Angelim lamenta morte de Paul Singer: “Perdemos o mentor de uma utopia realizável”


Angelim conhecia Paul Singer. Estiveram juntos em várias oportunidades, segundo ele, lutando pelo desenvolvimento da Economia Solidária no Brasil

ASCOM

Paul Singer, economista e um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores (PT), foi também um dos precursores do conceito de economia solidária no país, baseada na produção com autogestão, sem patrões e empregados. O deputado federal Raimundo Angelim (PT-AC), da tribuna da Câmara, lamentou a morte de Singer ocorrida na noite de segunda-feira (16), aos 86 anos, em São Paulo.

“Perdemos um dos maiores intelectuais do Brasil, que junto com Antônio Candido, Florestan Fernandes, Octavio Ianni e muitos outros foram responsáveis pela construção de nossas utopias ao longo do Século XX e início do Século XXI. Impossível entender o Brasil de hoje sem conhecer a obra deste austríaco de nascimento, que chegou ao Brasil aos oito anos de idade, junto com sua família, fugindo da perseguição dos nazistas durante a IIª Guerra Mundial e daqui nunca mais saiu”, disse consternado o deputado.

Angelim conhecia Paul Singer. Estiveram juntos em várias oportunidades, segundo ele, lutando pelo desenvolvimento da Economia Solidária no Brasil. “Eu, como prefeito de Rio Branco e depois deputado federal e ele como titular da Secretaria Nacional de Economia Solidário do Ministério de Trabalho, pude testemunhar seu compromisso inarredável na luta e contra a desigualdade, a miséria e a exploração do homem pelo homem”, lembrou.

Angelim e Paul Singer/Foto: Cedida

Na opinião de Angelim, acima do professor da Universidade de São Paulo, do intelectual fundador do PT, do gestor público bem sucedido, está o grande construtor de uma utopia realizável, de uma teoria absolutamente voltada para ser posta em prática.

“Ouvi certa feita alguém dizer que o Paul Singer foi o cara que conseguiu mostrar que a economia pode incluir a bondade como ativo. Concordo plenamente com esta visão sobre ele, pois toda a sua brilhante teoria econômica é, antes de tudo, uma teoria econômica da solidariedade como instrumento de construção socioeconômica. Falo da Economia Solidária, a forma mais praticável do socialismo no mundo contemporâneo. Tem uma frase dele que gosto muito: se vocês querem ser felizes, sejam solidários.”, concluiu o deputado.

comentários

Outras Notícias

Veja Também