Após assassinato de colega, mototaxistas fazem manifestação em Rio Branco


"Nós viemos atrás de saber o que aconteceu, de um posicionamento das autoridades sobre a morte do colega", diz presidente de sindicato

REDAÇÃO CONTILNET

Diversos mototaxistas realizaram uma manifestações na manhã desta quarta-feira (11), em frente ao Instituto Médico Legal. O ato aconteceu pela demora do órgão em liberar o corpo do colega de profissão Rogério Araújo de Castro, morto na noite de terça-feira (10), ao aceitar uma corrida. A polícia suspeita que a morte tenha sido encomendada.
em uma suposta emboscada.

Manifestantes fecharam as duas vias da Avenida Antônio da rocha Viana/Foto: reprodução

Com a manifestação as duas vias da Avenida Antônio da Rocha Viana ficou fechada. Em seguida, os trabalhadores se direcionaram para a frente do prédio da Delegacia de Investigações Criminais (DIC).

Saiba Mais: Após assassinato de colega, mototaxistas fazem manifestação em Rio Branco

De acordo com o presidente do sindicado dos Mototaxistas do Acre, Luiz Araújo, eles foram a delegacia solicitar ao delegado da Homicídios um posicionamento sobre o caso do colega.

Os manifestantes foram até a Delegacia de Investigações Criminais cobrar respostas das autoridades/Foto: reprodução

“Nós viemos atrás de saber o que aconteceu, de um posicionamento das autoridades sobre a morte do colega pra gente te dar uma satisfação à categoria e à família da vítima. Rogério era um homem exemplar, que não fazia mal há ninguém, acreditamos que tenha acontecido uma tentativa de assalto”, disse Luiz.

Outras Notícias

Veja Também