Durante incêndio, motorista de ambulância é flagrado correndo com extintores vazios


"Ele teria tentado apagar o fogo com um dos extintores, mas estava vazio então saiu correndo levando os  extintores", disse um frentista

REDAÇÃO CONTILNET

Ao invés de usar extintores para coibir o incêndio, o motorista da ambulância que foi destruída por um incêndio na tarde desta terça-feira (17), em um posto de gasolina da Capital, foi flagrado correndo e levando os dois extintores do veículo no sentido oposto, como se quisesse esconder os cilindros que, segundo uma das frentistas do posto, estavam vazios.

Testemunhas e frentistas ao observar a cena relatam que quando a ambulância chegou em frente ao posto, ela estava apenas fumaçando e o motorista, que estava acompanhado de uma enfermeira, ao sair da Van, iniciou uma sessão de fotos. Pouco tempo depois começou o incêndio.

“Ele teria tentado apagar o fogo com um dos extintores, mas estava vazio então saiu correndo levando os  extintores”, disse um frentista.

As equipes do Corpo de Bombeiros chegaram e realizaram a perícia no local que foi isolado devido ao risco de explosões. O motorista foi convidado à prestar esclarecimentos.

A Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) informou que a equipe voltava de um atendimento e não havia pacientes na ambulância. Ainda segundo o órgão, as causas do ocorrido ainda serão apuradas.

comentários

Outras Notícias

Veja Também