Chip ‘gruda’ no celular e libera Internet no mundo todo


Flexiroam X promete acesso a dados móveis e ligações em mais de 140 países

TECHTUDO

Turistas que precisem do acesso à internet no exterior encontram algumas opções à venda no Brasil. Uma delas em especial vem chamando a atenção dos consumidores: o chip que possibilita o uso da telefonia em dezenas de países. Existem diversas marcas, sendo que a mais recente – com o produto Flexiroam X – desembarcou no país com um SIM card que promete conexão lá fora pelo preço sugerido de R$ 99.

Com este valor, o cliente leva para casa um microchip adesivo que deve ser colado no cartão que já está no celular, fornecido pela operadora de telefonia brasileira. O controle do uso e as recargas adicionais são feitos por um aplicativo para Android e iPhone (iOS). Outras marcas – como EasySim4u e ChatSim – têm serviços semelhantes, mas com funcionamento um pouco diferente. Nas linhas a seguir, descubra se pesa no bolso e como a tecnologia funciona.

Chip adesivo Flexiroam X oferece internet no mundo todo (Foto: Divulgação/Flexiroam)

Chip adesivo Flexiroam X oferece internet no mundo todo/Foto: Divulgação/Flexiroam

O que é Flexiroam X

Para usar o Flexiroam X, é preciso comprar o chip adesivo, que está à venda no quiosque da marca no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, e também no site oficial, com entrega em casa. Depois de adesivar o chip tradicional, o usuário não precisa mais retirá-lo – nem mesmo no Brasil. Tudo é administrado pelo app disponível para smartphones. Ao chegar em um novo país, basta ativar o Flexiroam para usar a internet 4G e fazer chamadas para telefones fixos e celulares.

Planos do Flexiroam X

O chip vem com um pacote inicial de 100 MB e as recargas vão de 100 MB a 11 GB. No entanto, também é possível comprar mais dados móveis pelo app. Há planos globais, que funcionam em qualquer um dos países com cobertura e custam entre US$ 6 e US$ 320 (o equivalente a cerca de R$ 22 e R$ 1.200, pelo câmbio de hoje) e pacotes locais, com ofertas específicas para certas regiões, como Europa, Estados Unidos, América do Sul e Austrália.

O prazo de validade dos créditos varia entre 10 e 360 dias, de acordo com o volume de dados adquiridos.

O Flexiroam X é controlado por um app (Foto: Divulgação/Flexiroam)

O Flexiroam X é controlado por um app/Foto: Divulgação/Flexiroam

Compatibilidade

O Flexiroam X não tem compatibilidade com alguns modelos de celular. Antes de adquirir o produto, fique atento se seu aparelho não está na lista de modelos/fabricantes a seguir: Alcatel Pixi, BlackBerry, Huawei Lua, Moto G5 Plus, Moto Z2 Play, Nexus, Oppo, Redmi Note 2, Samsung Galaxy Grand, Galaxy Note 5, Galaxy J1, Galaxy J2, Galaxy J3, Galaxy J4, Galaxy J5 Prime, Galaxy S6, Sony Xperia M5, M5/Dual, Xperia C5 2, Xiaomi Mi 4i e Xiaomi Mi 6.

Outros chips globais

Outra opção para ficar conectado fora do país é o EasySim4u. Trata-se de um SIM card que substitui o que estiver em uso e oferece dados móveis e ligações. O usuário já adquire o chip com um determinado plano, que varia de preço segundo o tempo de uso, mas os dados são ilimitados.

A empresa tem foco nos EUA. Então, estão disponíveis para território americano planos de 5 a 30 dias, com valores de US$ 45 a US$ 70 (R$ 170 a R$ 260).

Há também um plano de internet (sem chamadas e SMS) válido para 140 países. Os pacotes vão de US$ 50 a US$ 75 (R$ 185 a R$ 280), exceto para México e Canadá, países em que existe uma taxa extra de US$ 10. O EasySim4u pode ser comprado pela internet e entregue em casa ou retirado nos aeroportos internacionais do Rio de Janeiro e São Paulo, além das lojas no Rio e em Nova York.

O ChatSim, por sua vez, é uma alternativa que prioriza mensagens de texto. O plano padrão do chip internacional, que vale por um ano, custa R$ 95 e permite a troca ilimitada de mensagens por aplicativos comoWhatsApp, Facebook Messenger e Telegram em 165 países. Esse valor é apenas para textos e emojis. Se o usuário quiser enviar fotos e vídeos ou fazer ligações, pode comprar pacotes multimídia de R$ 60, R$ 150 ou R$ 150. A capacidade desses pacotes é diferente em cada país. O produto é vendido online e entregue em casa.

ChatSim é um chip para acessar aplicativos mensageiros de forma ilimitada (Foto: Ana Marques/TechTudo)Para saber se o destino de seu interesse está dentro da área de cobertura de algum desses serviços, é recomendado consultar o respectivo site oficial.

Vivo, Claro e TIM no exterior

Enquanto isso, as operadoras de telefonia brasileira oferecem pacotes de roaming com direito a acesso à internet. Cada empresa traz ofertas diferentes, mas em geral o consumidor paga um valor diário para uma franquia de dados, SMS, realização de chamadas e recebimento de ligações.

  • A Vivo cobra R$ 39,99 por dia no pacote Américas e Europa, enquanto o global sai a R$ 59,99 por dia.
  • A Claro pratica o preço fixo de R$ 29,90/dia para países do continente americano ou europeu, enquanto o pacote mundial custa R$ 79,90/dia.
  • O pacote TIM Passport tem preço tabelado de R$ 104,90 para Estados Unidos e Canadá, e de R$ 129,90 para outros países.

Outras Notícias

Veja Também