De condenado a prefeito: Juruna comanda Prefeitura da Capital acreana nesta terça


Em 2017, Juruna ficou foragido da polícia, que tentava cumprir mandado de prisão contra ele

REDAÇÃO CONTILNET

As viradas políticas do Acre surpreendem mais uma vez a população. Desta vez, o assunto é a tutela da Prefeitura de Rio Branco. Devido à ausência da prefeita Socorro Neri (PSB) e do presidente da Câmara Municipal, Manoel Marcos (PRB), a Prefeitura da Capital acreana ficará nesta terça-feira (8) sob o comando do vereador Carlos Juruna (PHS).

A posição é curiosa devido ao fato de que, em 2017, Juruna ficou foragido da polícia, que tentava cumprir mandado de prisão contra ele. O parlamentar tinha sido condenado pela 1º Vara Criminal da capital por tráfico de influência e, falsificação de documentos públicos, corrupção ativa, peculato e falsidade ideológica. Policiais chegaram a ir até a sede da Câmara para cumprir a ordem de prisão, mas Juruna não foi encontrado.

Juruna também foi presidente do Sindicato dos Camelôs e tem na categoria a sua principal base eleitoral.

Outras Notícias

Veja Também