Dia D de vacinação contra a gripe acontece em Rio Branco nesta sábado; veja locais


A SEMSA iniciou a vacinação contra o Influenza em 53 unidades de saúde da capital no dia 18 de abril

ASCOM PMRB

Prefeitura de Rio Branco, por meio da secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), realiza no próximo sábado, 12 de maio, das 8 às 17 horas, o Dia D de mobilização da campanha de vacinação contra o Influenza (gripe). Além de ser disponibilizada nas unidades, como URAP Roney Meireles, São Francisco, Cláudia Vitorino, Rosângela Pimentel, Hidalgo de Lima, Policlínica Barral y Barral e Centros de Saúde da Vila Ivonete, das Placas, Ary Rodrigues, Mário Maia, Souza Araújo, pontos de vacinação serão instalados também no Calçadão da Avenida Benjamim Constant, (em frente ao Colégio Acreano) e em outros locais, como no Terminal Urbano, Shopping Via Verde, supermercados Atacadão, Makro e Araújo Mix, além de outros cinco postos volantes que percorrerão os bairros da capital com as vacinas.

Idosos fazem parte do público alvo/Foto: Ascom PMRB

O público-alvo desta ação são os idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes, puérperas, trabalhadores de saúde, portadores de doenças crônicas (de 5 a 59 anos), população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Além destes, esse ano também passarão a fazer parte dos grupos prioritários os professores. Para o grupo portadores de doenças crônicas na faixa etária de 5 a 59 anos é obrigatório a apresentação da prescrição médica. A meta é vacinar 90% do público-alvo.

A SEMSA iniciou a vacinação contra o Influenza em 53 unidades de saúde da capital no dia 18 de abril e prossegue até o dia 1º de junho, com o objetivo é alcançar 80 mil pessoas.

A diretora de Vigilância Epidemiológica da SEMSA, Socorro Martins, explica que a vacina age contra três tipos de vírus: a H1N1, a H3N2 e a Influenza do tipo B. Ela cita ainda que no ano passado 84% do público-alvo foi imunizado, número que se espera chegar a 90% agora em 2018. “Este ano a composição da vacina é diferente da utilizada no ano passado, quando houve rejeição à vacina e relatos de pessoas que teriam passado mal. Todos do público-alvo devem se vacinar, com exceção dos que têm alergia ao ovo, já que a vacina tem ovo em sua composição”, explica Socorro Martins.

comentários

Outras Notícias

Veja Também