“É por nós e por todos”, diz caminhoneiro sobre paralisação no Acre; confira entrevista


NANY DAMASCENO, DA CONTILNET

A paralisação dos caminhoneiros está no 5º dia consecutivo, no Acre é o terceiro dia e tem tido todo apoio da população.

Nacionalmente, o movimento teve início após cinco aumentos diários, consecutivo do diesel por parte da Petrobrás. Os grevistas cobram do governo medidas para redução no impacto do aumento do diesel, entre elas a isenção de tributos.

No Acre, em alguns postos já se registra falta de combustível. Segundo a Acisa, os supermercados tem estoques até a próxima semana. Um empresário, dono de uma rede de casas de carne, afirmou só há produto disponível até esta sexta, já que não trabalham com estoque e as cargas estão proibidas de passar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O presidente do Brasil, Michel Temer, comunicou que as Forças Armadas foram convocadas para desbloquear as rodovias.

“Acionei as Forças Federais de Segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos senhores governadores que façam o mesmo. Não vamos permitir que consumidores fiquem sem produtos. Que hospitais fiquem sem os insumos para salvar vidas.

Até o momento, os protestos continuam nos estados do AC, AL, AM, AP, BA, CE, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RS, SC, SE, SP, TO e no Distrito Federal.

Confira a entrevista feita em um dos pontos de bloqueio na BR364, em Rio Branco.

 

comentários

Outras Notícias

Veja Também