Ilderlei manda apagar protestos em forma de pichação em ruas, mas buracos ficam


Prefeito bem que poderia mostrar a mesma agilidade para resolver os muitos problemas em Cruzeiro do Sul

Foto capa ARCHIBALDO ANTUNES, DA CONTILNET

Déjàvu

Não é a primeira vez que o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Daniel Zen (PT), perde as estribeiras durante um debate no plenário da Casa. Ontem, conforme foi publicado por este portal de notícias, Zen subiu o tom ao xingar o colega Luiz Gonzaga, do PSDB, de ‘idiota’ e ‘jumento’.

Sintomático

Por conhecer o parlamentar petista, e tê-lo na conta de pessoa cordata e educada, só posso presumir que seus arroubos decorram da atual conjuntura política, nada promissora, suponho, para a permanência dos companheiros no poder.

Elemento em falta

A reação de Daniel Zen, mesmo às mais ácidas críticas proferidas pelos adversários, não é, porém, compatível com elas. E menos ainda com o decoro parlamentar – esse componente da liturgia polítca nem sempre capaz de impedir a troca de insultos e sopapos entre suas Excelências.

Reações figadais

A cumprir na Aleac o papel de advogado do diabo, já que incumbido da função de defender o indefensável, é perfeitamente compreensível que o deputado petista, vez por outra, acabe reagindo com o fígado às provocações dos oponentes.

Eloquente derrota

E o ladino tucano Luiz Gonzaga, longe de se ofender com os insultos do colega, se limitou a responder com um sorrisinho irônico. Certamente por saber que num debate, quando o adversário troca os argumentos pela descompostura, é porque já se deu por derrotado.

Burros n’água

Conforme anunciamos dias atrás, o deputado federal Leo de Brito (PT) teve seu pedido para visitar Lula rejeitado pela justiça.

É o que esperamos   

Quem sabe, a partir de agora, o parlamentar petista pare de chorar o destino do companheiro e comece a prantear os mortos pela violência no estado, os pacientes que não conseguem atendimento médico ou até mesmo aqueles que se encontram nos presídios sem nunca ter sido julgados sequer em primeira instância.

Chega né, deputado?

Afinal, desde que Luiz Inácio foi preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Léo de Brito não faz outra coisa senão pensar no bem-estar do correligionário. Mas já deu.

Toque feminino

A Rede Sustentabilidade apresentou ontem (2) sua pré-candidata ao governo do Acre para as eleições de 2018. Trata-se da vereadora de Tarauacá Janaína Furtado, a única parlamentar da sigla em todo o estado.

Meia dúzia

Com Janaína na corrida ao Palácio Rio Branco, já são meia dúzia os postulantes à sucessão de Tião Viana. Além dela, deverão disputar as eleições para o governo do Acre o ex-prefeito de Rio Branco Marcus Alexandre (PT), o senador Gladson Cameli (Progressistas), o coronel da PM Ulysses Araújo (PSL), o professor David Hall (Avante) e  Lyra Xapuri (PRTB).

Colírio

A entrada da vereadora tarauacaense no páreo não significa, necessariamente, uma mudança no cenário eleitoral. No entanto, Janaína com certeza deixará a disputa mais agradável aos olhos dos marmanjos.

Desfalque

Bem, e a decisão da Rede Sustentabilidade põe fim às esperanças de David Hall de poder contar com o apoio dos marineiros.

Ligeirinho

Não se fala em outra coisa pelas bandas de Cruzeiro do Sul a não ser a agilidade com que o prefeito do município, Ilderlei Cordeiro (MDB), mandou apagar os vestígios da manifestação dos integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) pelas ruas do centro da cidade.

SOS

Cansados da precariedade da malha viária da segunda maior cidade do estado, os manifestantes trataram de pintar as ruas, em volta dos muitos buracos no asfalto, clamando por socorro e criticando a quantidade de cargos comissionados na prefeitura.

Providências imediatas   

Menos de 24 horas depois, eis que o sonolento Ilderlei tratou de ordenar que as inscrições, pintadas em branco, fossem cobertas por tinta preta. E de quebra escalou dois servidores do município para atuar como fiscais e impedir novas manifestações.

Comentários

Nas redes sociais, muitos internautas comentaram que se o prefeito do MDB fosse tão célere em atender as reivindicações dos moradores como o foi em apagar os protestos, não teria que gastar tinta com os descontentes.

Pindaíba, mas nem tanto…

Em relação ao recapeamento das ruas, a prefeitura alega não ter recursos para os serviços. Mas ainda assim contratou um cantor de outro estado para animar a festa em comemoração ao Dia do Trabalho.

comentários

Outras Notícias