Marcio Bittar critica afirmação de Jorge Viana segundo a qual o ‘povo’ apoia Lula


Emedebista chamou de ‘vergonhosa presunção’ a tentativa do senador do PT de se passar por porta-voz de mais de 200 milhões de brasileiros

REDAÇÃO CONTILNET

O pronunciamento feito na quarta-feira (8), na tribuna do Senado, pelo petista Jorge Viana arrancou ácidas críticas do ex-deputado Marcio Bittar, pré-candidato ao Senado pelo MDB. Ao repetir que o ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, seria vítima de uma injustiça perpetrada por magistrados e procuradores do Ministério Público, Jorge Viana foi retrucado pelo adversário político: “O senador finge não saber que Lula é o chefe do maior esquema de corrupção da história do Brasil”, alfinetou Bittar.

Para o emedebista, a fala do parlamentar do PT “volta a envergonhar o povo acreano”. E sua insistência em defender um condenado a mais de 12 anos de cadeia caracteriza, segundo ele, a reincidência dos ataques feitos à justiça brasileira.

Bittar classificou o pronunciamento de Jorge Viana como vergonhoso para si e ultrajante para o Judiciário, “que promove a justiça e honra a legislação ao fazer com que o chefe dos petistas pague pelos seus crimes”.

Bittar cobra compostura do adversário, alegando que Jorge não fala pelos brasileiros/Foto: reprodução

“Eles [os petistas] se elegeram pregando ética, no que enganaram o povo brasileiro. Precisamos virar essa página e banir todos eles do poder, de onde trataram de causar tanto mal ao nosso estado e ao país”, afirmou o emedebista.

De acordo, ainda, com Marcio Bittar, é preciso “virar essa página infeliz da nossa história”, desalojando dos cargos de comando “os lobos que a eles chegaram travestidos de cordeirinhos”.

comentários

Outras Notícias

Veja Também