Parente diz que mãe de bebê morto após comer bolo pretende fugir:”Ela sabe que foi ela que matou a menina”


Laudo divulgado nesta quarta aponta que criança morreu de overdose

SALOMÃO MATOS, PARA CONTILNET

Exames laboratoriais comprovaram que a pequena Kethelly Katriny de apenas 1 ano de idade, morreu mesmo vítima de overdose de maconha. Ela havia comido um pedaço de bolo de chocolate feito pela própria mãe, e pelo laudo divulgado nesta quarta-feira (16), a sobremesa estaria “incrementada” com os entorpecentes.

Kethelly Katriny tinha apenas 1 ano de idade/Foto: reprodução

Além da criança, dois adolescentes também comeram o bolo. Neles, ainda segundo o laudo, os exames feitos nas amostras de sangue, apresentaram além da presença de maconha, indícios de que havia cocaína.

Kathelly morreu no dia 25 do mês passado no município de Manuel Urbano no interior do Acre. Um parente da família da menina, que se diz indignado, contou por telefone à reportagem da ContilNet na manhã desta quarta-feira (16), que a mãe da garota é usuária de drogas e após essa confirmação dos exames de laboratório já pensa em fugir do município.

“Ela está com muito medo. É usuária de drogas e o marido dela que cumpre pena no presídio lá de Sena Madureira também por tráfico de drogas não vale nada. Ela vai fugir se não for presa, pode apostar. Ela sabe que foi ela que matou a menina”, disse.

comentários

Outras Notícias

Veja Também