Polícia investiga possível crime passional em morte de UBER encontrado queimado no Quixada


O corpo de Arthur da Silva Melo foi encontrado dentro de um carro, totalmente queimado, na segunda-feira

REDAÇÃO CONTILNET

Uma das linhas de investigação da Delegacia de Homicídios é de um possível crime passional no caso do motorista da Uber Arthur da Silva Melo, de 26 anos, encontrado queimado dentro de um veículo na Estrada do Quixadá, na segunda-feira (30).

De acordo com o delegado Rêmulo Diniz, duas linhas estavam sendo investigadas, sendo uma delas latrocínio e a segunda hipótese, que tomou força com base nas investigações,  é de que s trata de um crime passional.

Arthur da Silva Melo foi encontrado morto/Foto: reprodução

“Nós não podemos dar muitos detalhes para não atrapalhar o andar das Investigações, mas a hipótese mais forte que temos sobre esse caso é de um possível crime passional, um caso particular, que nada tem a ver com disputa entre facções criminosas. Em breve teremos maiores novidades”.

O Instituto Médico Legal (IML), ainda está em processo de conclusão de exames para a confirmação oficial de que o corpo encontrado dentro do veículo era mesmo do motorista do Uber, Arthur Melo, porém, devido o seu desaparecimento e a propriedade do carro, a polícia já o considera como vítima.

Moradores encontraram o carro incendiado/Foto: reprodução

Como o crime aconteceu em um lugar distante e de pouco movimento, a Delegacia não pode contar com imagens de câmeras de segurança o que dificulta nas investigações.

Outras Notícias

Veja Também