Sargento que assassinou vigilante é condenado a sete anos de prisão e perda do cargo


Jorge Mendes, de 39 anos de idade, foi condenado a sete anos de prisão em regime semiaberto

REDAÇÃO CONTILNET

A Câmara Criminal de Rio Branco determinou que Jorge Weston de Andrade Mendes, sargento da Polícia Militar do Acre (PMAC), também perca a função do cargo dentro da força militar acreana.

Leia também: Policial supostamente embriagado mata homem com 4 tiros no balneário Ouro Verde

RELEMBRE O CASO

Jorge, de 39 anos de idade, foi condenado a sete anos de prisão em regime semiaberto por assassinar o vigilante Raimundo Carlos da Costa Araújo, de 37 anos de idade. O crime aconteceu em 2016 dentro de um balneário.

Sargento foi condenado a sete anos em regime semiaberto. Foto: Reprodução

O PM foi condenado em novembro de 2017 na Cidade da Justiça; a perda da função veio a pedido do Ministério Público do Acre (MPAC) e da família da vítima, que teve resultado divulgado no dia 3 deste mês.

O advogado do PM, Wellington dos Santos, explicou Jorge continuará assumindo as funções como policial militar. “Houve esse procedimento na PM para que ele perdesse a função, mas perceberam que ele tem condições de permanecer nas fileiras”, complementou.

comentários

Outras Notícias

Veja Também