Setor produtivo consolida movimento para representação política


Ainda durante a reunião, foram apresentados nomes, legítimos do setor produtivo, credenciados para representar as necessidades desses segmentos

ASCOM FIEAC

Lideranças da indústria, comércio e agronegócio realizaram mais um encontro que marcou a consolidação do movimento de fortalecimento do setor produtivo, que tem dentre seus objetivos unir os empreendedores para escolha de representantes políticos legítimos.

A reunião ocorreu na quinta-feira, 24, com a presença dos principais líderes empresariais do Estado e de todos os segmentos produtivos. Durante o encontro, foram discutidas as pautas de maior interesse do movimento – temas que interferem no cotidiano dos empreendedores. Uma das pautas em evidência foi a necessidade de gerar mais empregos no Acre.

Reunião contou com a presença dos principais líderes empresariais do Estado e de todos os segmentos produtivos/Foto: Ascom Fieac

“O poder público não tem mais condição de ser o principal provedor de empregos no Estado. Essa atribuição é do setor privado, por isso os governantes e representantes políticos têm que ter um olhar diferenciado para o segmento”, enfatizou Leandro Domingos, presidente da Fecomércio.

Ainda durante a reunião, foram apresentados nomes, legítimos do setor produtivo, credenciados para representar as necessidades desses segmentos nas eleições gerais de outubro.

A intenção do movimento agora é construir um plano de ações que incluem a elaboração de propostas para o desenvolvimento do Estado, bem como a promoção de debates de forma a envolver toda a sociedade nos seus ideais. “Sem política não mudamos nada, temos que ter consciência disso. E esse movimento contribui justamente para isso. O empresário brasileiro é um herói e nós temos credibilidade para defender nossos ideais”, frisou o empresário Ricardo Leite.

comentários

Outras Notícias

Veja Também