Tião consegue levar mais uma empresa à falência e fábrica de camisinhas fecha as portas


A denúncia foi feita na manhã desta terça feira (22), na ALEAC, pelo deputado estadual Antônio Pedro

SALOMÃO MATOS, PARA CONTILNET

A exemplo das empresas Peixes da Amazônia, (afundada em dúvidas trabalhistas e ações judiciais), a Fábrica de Tacos, Álcool Verde e a Fábrica de Borracha em Sena Madureira, dessa vez, foi a Fábrica de Preservativos Natex, localizada no município de Xapuri, que abriu falência no governo do Acre.

Além dos empregos diretos, a fábrica beneficiando 700 famílias extrativistas do látex/Foto: reprodução

A denúncia foi feita na manhã desta terça feira (22), na tribuna da Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Antônio Pedro (DEM). Segundo o parlamentar, os mais de 150 funcionários, que já estavam com seus salários atrasados há pelo menos 5 meses, foram todos demitidos e o local  fechou as portas.

De acordo com o deputado, a empresa garantiu que vai pagar os salários atrasados dos funcionários demitidos em três vezes. “É impossível! Como pode um governo que consegue falir uma empresa que tinha como garantia de compra dos produtos o próprio governo federal? É lamentável. É muita incompetência. O que será agora dessas mães e pais de famílias desempregados”, lamentou o parlamentar.

De acordo com o site “Notícias do Acre”, mantido pelo governo do estado, a Fábrica originava 170 empregos diretos, beneficiando 700 famílias extrativistas do látex, além disso, a Natex era responsável por “uma grande mudança social e econômica na cidade de Xapuri (AC), representando 20% do mercado de camisinhas distribuídas gratuitamente no Brasil e consolidando seu projeto de desenvolvimento sustentável em plena Floresta Amazônica”.

comentários

Outras Notícias

Veja Também