“Baronesa” e “O Caso do Homem Errado” são as estreias do Cine Teatro Recreio


Produções trazem um olhar feminino sobre a vida na favela e sobre o preconceito racial

REDAÇÃO CONTILNET

O circuito do Cine Teatro Recreio continua trazendo o melhor do cinema nacional, com filmes premiados dentro e fora do país.

Nesta quinta-feira (14), as estreias são dos filmes “Baronesa” e “O Caso do Homem Errado”. Confira:

A periferia da capital mineira, Belo Horizonte, é o cenário de Baronesa, filme da diretora Juliana Antunes que chega aos cinemas em 14 de junho após ser premiado no Festival Internacional de Cinema de Marseille e na Mostra de Tiradentes, entre outros eventos nacionais e internacionais.

O filme conta a história de duas amigas e vizinhas: Andreia, que quer se mudar do bairro onde moram; e Leid, que está à espera do marido preso. Ambas tentam desviar dos perigos da guerra do tráfico e evitar as tragédias trazidas pela chuva.

O documentário O Caso do Homem Errado conta a história do jovem operário negro Júlio César de Melo Pinto, que foi executado pela Brigada Militar, nos anos 1980, em Porto Alegre. O crime ganhou notoriedade após a imprensa divulgar fotos de Júlio sendo colocado com vida na viatura e chegar, 37 minutos depois, morto a tiros no hospital. O filme traz o depoimento de Ronaldo Bernardi, o fotógrafo que fez as imagens que tornaram o caso conhecido, da viúva do operário, Juçara Pinto, e de nomes respeitados da luta pelos direitos humanos e do movimento negro no Brasil.

Além do caso que dá título ao filme, a produção discute ainda as mortes de pessoas negras provocadas pela polícia. A Anistia Internacional, inclusive, fala de genocídio da juventude negra devido ao grande número de jovens negros assassinados pelas forças de segurança no País.

Os filmes seguem em cartaz até o dia 20 de junho. Confira os horários e valores das sessões:

Baronesa: Sessões às 18h. Ingressos no valor de R$ 12 (inteiro) e R$ 6 (meia entrada);

O Caso do Homem Morto: Sessões às 19h. Ingressos no valor de R$ 14 (inteiro) e R$ 6 (meia entrada).

comentários

Outras Notícias

Veja Também