“O amor sempre deve ser celebrado”, diz casal que completou uma década de união


Ana Karla Gonçalves e Felipe Gomes se conheceram através do Orkut e traçam metas profissionais e familiares desde a faculdade

ASTORIGE CARNEIRO, DA CONTILNET

Nem sempre a vida segue os planos que traçamos. Em um momento, temos nossas metas estabelecidas, porém esquecemos que, para alcançá-las, nos são exigidos muita determinação, preparo e uma pequena dose de sorte.

Mas, quando se encontra a combinação certa, esse caminho fica menos solitário e o sucesso não se torna um sonho tão distante. Basta olhar o encontro e a química perfeita do casal Ana Karla Gonçalves e Felipe Gomes, que trilha de mãos dadas os caminhos familiares e profissionais.

DO ORKUT PARA O SERVIÇO PÚBLICO

“Nos conhecemos logo que passamos no vestibular. Ele me adicionou nas redes sociais da época (2008), que eram o Orkut e o MSN. Depois, eu vi que ele também estava na lista dos aprovados para o curso de direito. No primeiro momento, não surgiu nenhum interesse – na verdade, entre o início das aulas e o vestibular, ele se envolveu brevemente com uma amiga minha, mas se encerrou antes de entrarmos na faculdade. Após nos conhecermos pessoalmente, depois de um tempo, ele me pediu em namoro”, explicou Ana Karla.

Desde então, o namoro deslanchou: o que começou sem nenhuma pretensão logo evoluiu para algo sério. Ana e Felipe estudavam juntos, estagiaram juntos no Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), se formaram juntos no curso de direito, e passaram no mesmo concurso para trabalhar na Universidade Federal do Acre (Ufac).

Felipe e Ana Karla se conheceram no curso de direito. Foto: Reprodução

“Com o passar do tempo, alinhamos os nossos objetivos profissionais e pessoais. Estudamos juntos por cinco anos, estagiamos juntos no TJAC, e logo depois da faculdade, passamos no mesmo concurso, que era para provimento de vagas na Ufac. Depois, estudamos e fomos aprovados em processo seletivo da Justiça Federal, onde estamos trabalhando até hoje”, disse Ana Karla.

CASAMENTO, FAMÍLIA E AMOR

O tópico “casamento” aparecia em alguns momentos da relação, mas Felipe e Ana Karla não se sentiam preparados para este passo tão decisivo antes de conquistarem uma certa estabilidade profissional e financeira.

“Percebemos que nossas vidas estavam entrelaçadas”, disse Ana Karla. Foto: Reprodução

“Percebemos que nosso relacionamento já estava sério quando olhamos para trás e percebemos que nossas vidas estavam entrelaçadas. Nossas conquistas, por assim dizer, sempre foram através da união. Antes de irmos para o serviço na Justiça Federal, refletimos muito sobre casamento, e decidimos que poderíamos nos casar quando a nomeação de ambos saísse”, enfatizou Ana.

Após cinco anos juntos, os dois oficializaram o matrimônio. Em novembro do ano passado, foi o momento de uma nova evolução do núcleo familiar com a chegada da pequena Madalena, atualmente com sete meses de vida.

“Se encontramos alguém que nos ame verdadeiramente, por que não comemorar isso?”. Foto: Reprodução

“Acreditamos que o Dia dos Namorados, assim como as datas ligadas ao aniversário de casamento e namoro, deve ser celebrado. O amor deve sempre ser celebrado. Nós vivemos tempos difíceis: relacionamentos descartáveis, falsas aparências. Se encontramos alguém que nos ame verdadeiramente, por que não comemorar isso?”, questionou Ana Karla.

comentários

Outras Notícias

Veja Também