Rim é o órgão mais transplantado no Acre, diz Sesacre; especialista fala de cuidados


Desde 2006, quando o estado começou a realizar transplantes,  o Hospital das Clínicas já fez 341 procedimentos deste tipo

EVERTON DAMASCENO, DA CONTILNET

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), o rim é o órgão mais transplantado no estado, acompanhado da troca de fígado e córnea, estatisticamente.

Desde 2006, quando o estado começou a realizar transplantes,  o Hospital das Clínicas já fez 341 procedimentos deste tipo, sendo de 92 rins foram transplantados, incluindo moradores de vários municípios da região acreana.

Rim é o órgão mais transplantado no estado/Foto: Reprodução

Os rins são dois órgãos com um tamanho aproximado à uma mão fechada em formato de feijão. Em quantidade de 2 (dois), eles estão localizados imediatamente abaixo da caixa torácica, um em cada lado da coluna vertebral.

No intuito de esclarecer os dados e falar das disfunções que afetam um dos órgãos mais importantes do corpo humano, a médica nefrologista e coordenadora do Serviço de Transplante renal do Hospital das Clínicas de Rio Branco, Jarinne Nasserala, comentou os fatores que motivam o surgimento das patologias e que ocasionam a necessidade de transplantação do (s) órgão (s).

Confira a entrevista na íntegra:

ContilNet: Quais funções os rins desempenham no nosso corpo?

Jarinne: O rim tem função muito importante no nosso corpo: a de regular todo o equilíbrio hidroeletrolítico, ou seja, a regulação da quantidade de água do nosso corpo e dos sais, além de eliminar o excesso de ácidos e impurezas. Também produz hormônios que ajudam no controle da anemia.

O que tem motivado o surgimento de várias doenças renais e a necessidade de transplantes?

As duas principais causas de doença renal crônica são a Hipertensão Arterial e o Diabetes. Como muitas dessas pessoas com essas doenças não fazem o acompanhamento adequado, acabam desenvolvendo doença renal crônica. Também existem outras causas como doenças genéticas, cálculos renais entre outras.

As doenças que afetam o rim, podem ser herdadas geneticamente?

-Sim. Como as nefrites familiares e a doença renal policística autossômica dominante.

Quais cuidados devo tomar para não desenvolver problemas renais?

Controle do peso; evitar excesso de açúcar e sal na dieta; fazer atividade física e exames regularmente.

Quais sinais são mais frequentes nesses problemas e quando devo procurar um especialista?

Quem já tem doenças como hipertensão e diabetes deve pedir ao seu médico que faça exames regularmente e se possível encaminhar ao nefrologista. Se não apresentar nenhuma doença, pelo menos uma vez por ano dosar creatinina sérica e fazer um exame simples de urina pelo menos.

Na infância, é comum o surgimento de disfunções renais? Quais cuidados os pais devem tomar nessa fase?

Os pais devem observar se a criança apresenta dor ou dificuldade ao urinar, inchaço no corpo, pressão arterial elevada ou déficit no crescimento.

comentários

Outras Notícias

Veja Também