Rio Branco, Acre,





BBC denuncia grupo de acreanas que organizam no WhatsApp viagens até Bolívia por cirurgias plásticas baratas


Por cirurgias plásticas mais baratas, brasileiros organizam no WhatsApp viagens até Bolívia e Venezuela

TON LINDOSO, DA CONTILNET

Com o Dr. Bumbum – médico sem CRM que realizava cirurgias em casa com sua mãe – em cena nos principais jornais e veículos do país, muitos sites passaram a alertar dos cuidados que envolvem uma cirurgia plástica.

A BBC, em uma reportagem veiculada nesta segunda-feira (23), falou que grupos do Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Roraima, Amazonas e Rondônia procuram, em países vizinhos, alternativas mais ‘em conta’ para procedimentos estéticos.

“Segundo médicos e outras pessoas desse ramo ouvidas pela BBC News Brasil, cresceu nos últimos anos a busca, por brasileiros, desses procedimentos em países como a Bolívia e a Venezuela. A ponto de todo um mercado ter se organizado em torno desse filão”, publicou a reportagem.

Cirurgias plásticas em países vizinhos chegam a custar menos da metade do preço no Brasil (Foto: Allan Torres)

Na Internet, é fácil achar páginas dedicadas a isso. “Há inúmeras páginas e grupos no Facebook dedicadas ao assunto. Os interessados criam grupos no WhatsApp, em sua maioria compostos por mulheres, nos quais trocam experiências e organizam as viagens, atraídos principalmente pela oferta de menor preço”.

A reportagem, veiculada inclusive em espaços como o Bem Estar, programa da TV Globo que também está presente na Internet, mostra detalhes e perigos desse tipo de procura. Clique AQUI e veja.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários









Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também