Detento acreano sofre tentativa de homicídio dentro de presídio na Bolívia e vai parar na UTI


Ele é acusado de ter participado do furto de fuzis de um quartel boliviano

REDAÇÃO CONTILNET

Durante este final de semana, uma briga violenta entre detentos brasileiros que estão detidos no presídio de Chanchocoro, em La Paz, na Bolívia, considerado um dos piores centros correcionais da América Latina, onde estão os presos considerados de alta periculosidade.

De acordo com a Defensoria Pública da Bolívia, o desentendimento que aconteceu na madrugada de domingo, resultou em vários feridos por armas brancas (facas) e estoques (armas feitas com pedaços de ferro). Um deles, Odílio Bezerra da Costa, conhecido pro Diabão, de 39 anos, precisou ser transferido para uma unidade tratamento intensivo (UTI).

De acordo com informações do site ‘O Alto Acre’, brasileiros que estavam em outro pavilhão, invadiram o local onde Odílio estava preso e o teriam atacado. Diabão teria ficado bastante ferido sendo necessário passar por cirurgia. O motivo seria uma discussão entre a vítima e membros de um grupo rival dentro do presídio.

Diabão foi preso em junho deste ano cidade de Cobija, na fronteira com o Acre, acusado de estar envolvido no roubo dos fuzis de um quartel militar na cidade de Porvenir. Odílio, também era procurado pela justiça do Acre, após fugir com junto de mais 10 detentos do presídio Francisco de Oliveira Conde, no mês de maio. Pouco tempo depois, praticou um homicídio na cidade de Epitaciolândia, deixando outro ferido a tiros de revolver.e

Com informações de ‘O Alto Acre’

comentários

Outras Notícias

Veja Também