Homem é encontrado morto nas proximidades de seringal às margens do Rio Iaco


Polícia Civil investiga o caso para saber se a morte foi resultado de acidente assassinato

REDAÇÃO CONTILNET

O trabalhador rural José Maria Medeiros da Costa, 38 anos de idade, conhecido pelo apelido de “Zeca”, foi encontrado morto no seringal Prainha, na colocação Terra Alta, onde a vítima morava.

José Maria Medeiros da Costa (Foto: Reprodução)

A tragédia aconteceu no último sábado (28). De acordo com informações, na sexta-feira (27), ele tinha saído de casa para participar de uma reunião na escola da filha. Como demorou muito para retornar, familiares e amigos começaram a procurá-lo. Ele foi encontrado caído dentro da mata, ferido com um tiro de espingarda na barriga.

Quem o encontrou foi o colono Jane Moura, que é seu vizinho. “Começamos a procurar o mesmo dentro da mata. Ele foi encontrado no próprio caminho de casa, estava caído e já sem vida. Ao seu lado estava um saco de farinha e a espingarda”, ressaltou.

Bastante abalada com o que aconteceu, dona Rozenilcia Souza Barros, que era casada com Zeca há 14 anos, imaginava que o marido estivesse trabalhando na propriedade de um vizinho. “Na sexta-feira ele saiu de casa pra reunião, mas o vizinho tinha chamado o mesmo para fazer um trabalho em sua colônia. Não esperávamos nos deparar com uma situação. É muito sofrimento para a família, principalmente pra mim e pra nossa filha de 10 anos. Não sabemos o que fazer”, comentou.

O corpo de José Maria Medeiros da Costa, o Zeca, foi resgatado do local e trazido para a zona urbana de Sena Madureira, sendo velado na Casa da Leitura, situada no Bairro Segundo Distrito.

A Polícia Civil investiga o caso para descobrir se o tiro de espingarda foi acidental ou se o colono foi vítima de um assassinato.

Com informações do site SenaOnline

comentários

Outras Notícias

Veja Também