Igreja Metodista Wesleyana cria “Projeto Síria” para auxiliar vítimas da guerra


Conflito iniciado em 2011 já vitimou mais de 511 mil pessoas

REDAÇÃO CONTILNET

Como forma de auxiliar vítimas do conflito na Síria, a Igreja Metodista Wesleyana da Sobral inicia uma campanha para arrecadar alimentos, remédios, águas e outros itens que serão enviados à população afetada pelos horrores da guerra.

Destroços de prédio após bombardeio das forças de Assad, em Ghouta Oriental (ABDULMONAM EASSA / AFP)

Desde o início do conflito, em 2011, mais de 511 mil pessoas morreram, de acordo com o balanço apresentado no Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Pensando nesta situação, a comunidade Wesleyana realizará no dia 4 de agosto um evento, em parceria com outras igrejas, para arrecadar alimentos na praça do bairro Plácido de Castro, na Baixada da Sobral, a partir das 16h. No local, também serão realizadas apresentações musicais e vendas de comidas.

Tudo que for arrecadado será transportado pela Embaixada da Síria no Brasil até o país afetado pela tragédia. O pastor Cléves Mustafa, idealizador do projeto, destacou que a ação surgiu após o líder religioso acompanhar uma reportagem sobre os atentados realizados no território estrangeiro.

“Aquelas pessoas não têm mais pra quem pedir socorro, a não ser pra outro país, porque o deles está destruído. Não é porque a dor e a fome não são minhas que não podemos ajudar”, disse Cléves.

As doações já estão sendo recebidas na Igreja Metodista Wesleyana do bairro Sobral, localizada na Estrada da Sobral ao lado da Escola João Paulo II. Os voluntários também podem buscar as doações nos domicílios de quem deseja contribuir. Mais informações através do telefone (68) 99999-2858.

comentários

Outras Notícias

Veja Também