Mais de 200 pessoas foram assassinadas no Acre no primeiro semestre de 2018


A Secretaria de Segurança Pública divulgou que nos últimos dois fins de semana já foram registradas 20 execuções

SAIMO MARTINS, PARA CONTILNET

Mais de 200 pessoas foram mortas no Estado do Acre nos seis primeiros meses deste ano. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira pela Secretaria de Segurança Pública (Sesp).

Os números oficiais mostram que de janeiro a março de 2018 foram registrados 107 homicídios – um total considerado menor se comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizados 134 mortos.

Já os dados entre abril a junho deste ano mostram 104 execuções – contra 101 mortes registradas no mesmo período de 2017.

Dados são da Secretaria de Segurança Pública do estado do Acre/Foto: reprodução

Dados das últimas semanas

A Secretaria de Segurança Pública (Sesp) também divulgou nota na qual cita um total de cinco mortes ocorridas durante o último fim de semana. De acordo com a pasta, os assassinatos são atribuídos, em sua maioria, à guerra entre as facções.

Este já é o segundo fim de semana de terror no Acre. No final de semana anterior, 15 pessoas foram executadas naquilo que a Sesp atribui à disputa entre as facções do Primeiro Comando da Capital (PCC), Bonde dos 13 e Comando Vermelho (CV). Nos dois fins de semana seguidos já são 20 execuções e 25 tentativas de homicídios.

O Acre é o estado em que a violência mais cresce no país. Nos últimos três anos a taxa nacional foi de 26,8 mortes por 100 mil habitantes, de acordo com dados do Atlas da Violência. Já por aqui, são 62,6 homicídios por cada grupo de 100 mil habitantes.

comentários

Outras Notícias

Veja Também