Marina Silva defende Tião Viana e culpa governo federal pela violência no Acre


"Governos frágeis como é o caso do Acre, não podem combater a criminalidade sozinhos", disse a presidenciável

SALOMÃO MATOS, DA CONTILNET

Em entrevista coletiva a ex-ministra de Meio Ambiente na gestão de Lula e Dilma, Marina Silva, que atualmente é pré candidata a presidente do Brasil pela Rede Sustentabilidade, defendeu o governador do Acre, Tião Viana (PT) em relação a onda de violência que colocou o estado no topo dos índices de mortalidade e disse que a culpa é dos governos federais ao longo dos anos por não proteger as nossas fronteiras do tráfico de drogas.

Entrevista coletiva aconteceu nesta segunda-feira/Foto: reprodução

Segundo Marina, o descaso com a fragilidade na proteção das fronteiras com países produtores de cocaína vem desde a época dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso, Lula, Dilma Houssef, passando agora pelo atual presidente Michel Temer.

“É preciso uma ação integrada das Forças de Segurança Pública. Governos frágeis, como é o caso do Acre, não podem combater a criminalidade sozinhos. É preciso investir acima de tudo em inclusão social e dar oportunidade aos nossas jovens para que esses não sejam recrutados pelo tráfico e ingressem do crime”, disse Marina

 

comentários

Outras Notícias

Veja Também