Município de Cruzeiro do Sul tem 57 novos casos de Aids no primeiro semestre de 2018


Em Cruzeiro do Sul um aumento de 39% dos casos foi registrado na primeira metade de 2018

PÂMELA FREITAS, DA CONTILNET

Enquanto os casos de aids crescem em algumas cidades do interior do Estado, em Rio Branco esse número vem diminuindo em 2018, é o que mostra um levantamento realizado pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

Em 2017 Cruzeiro do Sul tinha registrado 41 novos casos da doença no primeiro semestre do ano. Já em 2018 esse número saltou para 57 casos, também no primeiro semestre. Um aumento de 39%.

Diferentemente do que se acredita, a maior parcela da população com a doença em Cruzeiro do Sul são heterossexuais, representando um total de 73%, contra apenas 27% dos homossexuais.

Em Rio Branco no ano de 2017 foram registrados 61 novos casos da doença durante todo o ano. Já em 2018 esse número caiu para 27 casos, contados até o mês de julho. Houve uma queda proporcional de 10% nos casos em relação ao ano anterior.

Casos de Aids aumentam no interior do Acre/Foto: Divulgação

Aids

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, mais conhecida como Aids, é causada pelo vírus do HIV. Como esse vírus ataca as células de defesa do corpo, o organismo fica mais vulnerável a diversas doenças, de um simples resfriado a infecções mais graves.

Como o HIV está presente no sangue, sêmen, secreção vaginal e leite materno, a doença pode ser transmitida de várias formas: sexo sem camisinha, de mãe infectada para o filho durante a gestação, parto ou a amamentação, uso da mesma seringa ou agulha contaminada por mais de uma pessoa, instrumentos que furam ou cortam não esterilizados entre outros.

Outras Notícias

Veja Também