No Acre, Polícia Civil cumpre 53 mandados de prisão nesta terça-feira


Investigados na operação são envolvidos pela prática de crimes de organização criminosa, tráfico de drogas homicídios e roubo.

REDAÇÃO CONTILNET

Após 90 dias de investigação, a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (DECCO) com apoio do Departamento de Inteligência (DI) e do Ministério Público, através do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) deflagrou a operação “Alcateia” e cumpriu 53 mandados de prisão contra membros de organização criminosa.

A operação teve início na última quinta-feira, 19, já com a prisão de seis pessoas que vinham sendo investigadas pela pratica delituosa. Na data de hoje, 46 pessoas foram presas por envolvimento em organização criminosa.

Os investigados na operação são envolvidos pela prática de crimes de organização criminosa, tráfico de drogas homicídios e roubo.

“Estamos cumprindo determinação do nosso governador Tiao Viana e as equipes estão nas ruas com todas as forças de segurança do Estado dando enfrentamento firme a criminalidade para devolver a sensacao de segufanca a populacao), disse secrwtarik de segura ca Vanderlei Thomas.

Para o secretário de Policia Civil, Carlos Flávio, a ação foi pontual. “Fizemos um trabalho investigativo de forma célere e pontual que possibilitou a prisão dessas 46 pessoas. As investigações continuam no sentido identificar e prender pessoas que tenham contra a paz social, esclareceu Carlos Flávio.

Para o promotor de justiça do Ministério Público do Acre, Bernad Albano Fiterman, o trabalho integrado tem surtido efeito.

“Fazemos parte desse processo e essa operação deve-se desencadear outras ações de combate a criminalidade sobretudo as organizações criminosas. Quero elogiar o trabalho da polícia civil e dizer que estamos Unidos e trabalhando de forma integrada, finalizou Fiterman.

Os presos foram conduzidos à unidade prisional e colocados à disposição da justiça.

Com informações da ASCOM

comentários

Outras Notícias

Veja Também