Petrobrás anuncia reajuste e acreanos pagarão mais caro na botija de gás de cozinha


Se o reajuste for passado integralmente a consumidor, o preço que atualmente é de R$ 77,00 pode saltar para pouco mais de R$80

REDAÇÃO CONTILNET

A Petrobras anunciou novo reajuste no preço do gás liquefeito de petróleo (GLP) de cozinha comercializado pela estatal. O aumento de 4,4% em média, a partir desta quinta-feira (5). Com isso, o custo do botijão de 13 quilos chegará a R$ 23,10 nas refinaria.

Preço da botija de gás vai aumentar/Foto: reprodução

Se o reajuste for passado integralmente a consumidor, o preço que atualmente é de R$ 77,00 na capital (por meio do aplicativo de uma distribuidora), pode saltar para pouco mais de R$80.

O gás industrial  também terá o mesmo percentual de reajuste partir desta quinta-feira.  O motivo, segundo a petroleira é a desvalorização do real ante o dólar, que entre junho e março chegou a 16%.

“Esse impacto foi diluído pela combinação entre o período de nove meses usado como base para o cálculo do preço, além do mecanismo de compensação que permitirá que eventuais diferenças entre os preços praticados ao longo do ano e o preço internacional sejam ajustadas ao longo do ano seguinte”, disse a Petrobras em nota divulgada nesta quarta-feira (4).

Em meio à greve dos caminhoneiros, os petroleiros fizeram greve pedindo uma nova política para evitar altas bruscas no gás de cozinha. A Agência Nacional de Petróleo (ANP) terminou nesta semana consulta pública para avaliar a possibilidade de mudar a periodicidade dos reajustes dos combustíveis.

comentários

Outras Notícias

Veja Também