Preço do gás de cozinha supera mais de 50% da renda da população mais pobre do Acre


Dado é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

TON LINDOSO, DA CONTILNET

Cerca de 51,5% da renda da população pobre do Acre é gasta com gás de cozinha. O triste dado é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o levantamento, em 2017, tendo como referencial o preço do botijão no último mês de junho de 2018, o custo do gás de cozinha na renda familiar representou 59% do orçamento entre os 10% mais pobres no Maranhão, 51,5% no Acre e 50,7% em Sergipe.

Preço do gás supera mais de 50% da renda dos mais pobres no Acre/Cruzeiro, Brasília, DF, Brasil 13/10/2015 Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Os menores percentuais foram registrados em São Paulo (10,8%), Distrito Federal (10,1%) e Santa Catarina (8,9%), conforme uma nota técnica divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).

A nota técnica do DIEESE mostra que, sob a gestão de Michel Temer, a capacidade de produção de gás de cozinha do Brasil tem diminuído.

comentários

Outras Notícias

Veja Também