Eleição na Câmara de Cruzeiro do Sul vai definir destino político de Ilderlei Cordeiro


Prefeito pode ser cassado graças às manobras de bastidores do antecessor, Vagner Sales

ARCHIBALDO ANTUNES, DA CONTILNET

A eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul está marcada para o dia 29 de novembro deste ano, segundo informou a um site de Tarauacá o atual presidente do Legislativo municipal, vereador Romário Tavares (MDB). E o futuro político do prefeito cruzeirense, Ilderlei Cordeiro (Progressistas), depende em grande parte do resultado dessa eleição.

Com apoio da minoria na Câmara, Ilderlei aposta suas fichas no vereador Clodoaldo Rodrigues (PR), que já teria anunciado sua intenção de migrar para o Progressistas. Além dele, há outros dois postulantes ao cargo: Lucila Bruneta, eleita pelo MDB e atual correligionária de Ilderlei, e Antônio Cosmo, do MDB.

Com apoio reduzido na Câmara, prefeito pode perder disputa pela presidência/Foto: reprodução

Lucila e Marivaldo da Várzea – outro que trocou o MDB pelo Progressistas – são alvo de uma ação no Ministério Público Eleitoral por infidelidade partidária. Ambos correm risco de ficar sem os mandatos.

Padrinho político do atual prefeito, o antecessor, Vagner Sales (MDB), articula a eleição de Antônio Cosmo para a presidência da Câmara. Seria o primeiro passo para o processo que visa cassar o mandato de Ilderlei Cordeiro. Cosmo conta com apoio inclusive do atual presidente do Legislativo local, Romário Tavares.

Segundo fonte da coluna, as manobras de Vagner Sales desidrataram a base de apoio do atual prefeito de Cruzeiro do Sul no parlamento municipal.

Acuado, Ilderlei pede socorro do partido, que tem como maior representante o governador eleito Gladson Cameli. Ocorre, porém, que Gladson já lavou as mãos em relação à disputa entre MDB e Progressistas para a escolha do futuro presidente da Assembleia Legislativa do Estado.

E para agravar o inferno astral de Cordeiro, seus correligionários o veem como um problema para o partido, dada a rejeição dos munícipes à sua gestão.

comentários

Outras Notícias

Veja Também