Marina Silva declara oposição a vencedor do segundo turno: “A escolha de votar é livre para os brasileiros”


Candidata à Presidência da República pela Rede ganhou pouco mais de um milhão de votos, em eleição deste domingo (7)

TON LINDOSO, DO CONTILNET

Fora da disputa presidencial, a acreana Marina Silva (Rede) disse que irá analisar, dentro do partido, quem a Rede irá apoiar no segundo turno. Porém, conta que irá fazer “oposição seja quem for o vencedor” da corrida presidencial.

Na primeira vez que Marina se candidatou à Presidência da República, ela recebeu 19,6 milhões de votos. Na última, em 2014, recebeu 22,1 milhões. Agora, esse número caiu drasticamente para pouco mais de 1 milhão de votos.

Marina Silva, da Rede/Keiny Andrade/Folhapress

“A escolha de votar é livre para os brasileiros, os quais deram seu voto mais uma vez em dois partidos já conhecidos”, disse à imprensa nacional. Bolsonaro e Haddad disputam a Presidência no segundo turno.

Ela lamentou, através das redes sociais, o resultado. “Mas infelizmente a realidade é marcada, mais uma vez, pela velha polarização”, continuou. “Agora se tornou tóxica. Tenho dito isso desde 2010.”

comentários

Outras Notícias

Veja Também