Após alongamento de cílios, jovem fica temporariamente cega e faz alerta


Megan Rixson relata que começou a sentir os olhos "queimando" durante o procedimento estético e, só depois, descobriu que usaram nela a cola errada

IG

O alongamento de cílios pode, sim, ser a opção perfeita para quem quer destacar o olhar sem ter muito esforço. Entretanto, muitos problemas podem acontecer se o procedimento estético for feito de maneira incorreta. No caso da britânica Megan Rixson, por exemplo, o resultado foi uma cegueira que a deixou em pânico por cerca de duas horas.

Segundo relato no Twitter, a jovem fez o alongamento de cílios em um lugar que não conhecia e, depois, descobriu que o responsável pelo procedimento usou a cola errada.

Megan Rixson teve uma reação alérgica após realizar procedimento de alongamento de cílios com cola para as unhas/Foto: Reprodução/Twitter/MeganRixson

“Garotas, tenham muito cuidado na hora de colocar extensões! Eu fui em um lugar novo e descobri que eles usaram cola para unhas em meus cílios. Eu realmente perdi a visão por duas horas. O inchaço diminuiu, mas ainda está doendo muito. Cuidado”, escreveu na legenda da publicação.

No vídeo compartilhado, Megan relata que ainda estava sentindo um dos olhos “como se estivesse pegando fogo” e que não consegue abrí-los completamente. “Ainda não consigo abrir meu olho esquerdo. Esse é o máximo que consigo”, diz para a câmera.

Ao “Today Style”, ela revela que já havia feito alongamento antes e, por isso, sentiu que algo estava errado com o procedimento dessa vez.

“A esteticista me disse para manter meus olhos abertos e, normalmente, fico com eles fechados. Eu pensei que poderia ser apenas uma técnica diferente e obedeci. Ela começou a colocar os cílios e comecei a sentir meus olhos queimando. Senti como se tivesse caído shampoo sobre eles.”

Megan afirma que pediu para a profissional parar, mas foi informada que era algo “normal”. “Quando ela terminou e eu não conseguia manter meus olhos abertos. Não conseguia enxergar”, diz. Ao sair do salão, ela passou em uma clínica localizada no campus universitário onde estuda e lá informaram que cola de unhas poderia ter sido utilizada em suas pálpebras.

A jovem ficou cerca de duas horas sem conseguir enxergar, mas mesmo depois que recuperou a visão, ela continuou com dores e com os olhos inchados. Além disso, ela diz ter perdido alguns fios naturais devido ao uso da cola incorreta.

Isabelle Kun também teve uma reação alérgica muito forte por causa da cola utilizada durante alongamento de cílios/Foto: Reprodução/Facebook

Outro caso de alergia ao realizar alongamento de cílios

Isabelle Kun também estava acostumada a colocar extensão de cílios e era cliente do mesmo salão há cerca de um ano. Entretanto, depois de um procedimento, ela notou um inchaço na área dos olhos e descobriu que estava com uma alergia severa após o profissional ter usado um tipo de cola diferente da que ela estava acostumada.

“Eu estava tendo dificuldade em engolir e até respirar. No hospital, eles me admitiram poucos segundos depois que viram meu rosto. Meus olhos estavam inchados tanto em cima como embaixo e minhas amígdalas aparentemente estavam inflamadas”, disse ao “CTV News”.

Em entrevista prévia ao Delas , Carina Arruda, diretora da MyLash, afirma que é extremamente importante que as clientes saibam que podem testar todos os produtos que são utilizados na aplicação. Além do teste, é sempre solicitado o preenchimento de um formulário sobre possíveis indicações de alergia antes do alongamento, para que a profissional responsável esteja ciente do que pode ou não usar durante o procedimento.

Outra recomendação é sempre pesquisar o local, se os produtos são certificados por órgãos nacionais, como a Anvisa, e se são hipoalergênicos. Geralmente, os profissionais passam por anos de treinamento antes de estarem aptos para realizar um alongamento de cílios , então uma boa sugestão é tentar encontrar alguém que seja de sua confiança.

comentários

Outras Notícias

Veja Também