Câmara Municipal de Manoel Urbano aprova Lei que reduz salário das autoridades no município


O anúncio foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado do Acre (DOE) desta segunda-feira (26)

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

A Câmara Municipal de Manoel Urbano, município do interior do Estado, sancionou a Lei n° 433/2016, que reduz os subsídios do prefeito, vice-prefeito e secretários da região. O anúncio da redução foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (26).

A lei sancionada em plenário, alterou a Lei n° 400/2016, onde o teto estabelecido dos salários era de R$ 15 mil para o prefeito, R$ 12 mil para o vice e R$ 4.500 para os secretários municipais.

Com a nova Lei, que tem como objetivo cortar gastos e diminuir a crise financeira da região, o salário do prefeito teve uma redução de R$ 5 mil. Agora o gestor irá receber R$ 10 mil, seu vice R$ 8 mil e demais secretários passarão a receber R$ 3 mil. A nova Lei passa a vigorar na data de sua publicação e pode ser conferida na página 59 do D.O.E.

Outras Notícias

Veja Também