Conheça cinco plantas medicinais fáceis de cuidar e que você pode ter em casa


Além de deixar a casa mais verde, que tal criar um jardim que funciona como uma farmácia natural?

CASA VOGUE

Um jardim pensando não só para deixar sua casa mais bonita ou mais verde, mas também para ajudar nas suas rotinas de autocuidado, de forma mais natural e saudável. Eis o projeto de Nati Muguet, produtora agroflorestal, etnobotânica e herbalista do Sítio Semente. Que tal começar uma farmácia viva em casa, montando um jardim de plantas medicinais?

“Ter plantas em casa traz muita energia e beleza para o espaço, mas pode também trazer mais saúde física e mental de forma natural e conectada com a natureza! É só criarmos um jardim funcional: com plantas que a gente goste e que, de quebra, tragam benefícios para a gente”, diz. Veja, a seguir, uma lista com 5 espécies indicadas pela especialista!

BABOSA (ALOE VERA)

A babosa (Aloe vera) é uma planta que tem uma mucilagem em suas folhas, como um gel, que é ótima para os cabelos e também para a pele. Auxilia no tratamento de queimaduras e ferimentos superficiais, sendo hidratante, cicatrizante e antimicrobiana. Multiplica-se bem por separação de brotos laterais, prefere solo arenoso e não precisa de muita água.

SÁLVIA

A mil-folhas, ou novalgina (Achillea millefolium) é muito poderosa contra febre e diversas dores. Quem sofre de cólicas menstruais ou de ciclos menstruais irregulares também é beneficiado pelo seu consumo. A forma mais indicada é por meio da infusão. Multiplica-se por estacas ou por divisão de touceiras.

HORTELÃ

A levante, ou hortelã (Mentha spicata), é muito usada como tempero na culinária e em bebidas como drinks, sucos e infusões. É muito digestiva e indicada também para combater gripes. É bastante resistente, desde que não falte água.

CONFREY

O confrei (Symphytum officinale) é muito indicado para dores em geral, sendo anti-inflamatória, antirreumática e cicatrizante. Um modo de se usar o confrei é por meio de compressas, fervendo suas folhas em água e aplicando na região a ser tratada. Não consegue sobreviver longe da água.

“Todas as plantas são especiais e poderosas! Basta se conectar com elas e se abrir para esse mundo de infinitas possibilidades e amor incondicional. Vamos plantar a nossa cura, com o nosso corpo e a nossa casa”, recomenda Nati Muget.

comentários

Outras Notícias

Veja Também