Rio Branco, Acre,





Deputado apoia demissões de comissionados na prefeitura e diz que trabalharia de graça


“Já passou da hora da administração pública pensar e não ser mais vista apenas como um grande cabide de emprego”

SALOMÃO MATOS, DO CONTILNET

O deputado estadual eleito no Estado do Acre pelo Partido Verde, Fagner Calegário, esteve reunido na tarde desta terça feira (13), com a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri e declarou apoio às medidas e decisões tomadas por ela nos últimos dias, inclusive demitindo servidores comissionados do seu próprio partido, o PV, como parte da reforma administrativa que a gestora municipal já vem fazendo, na intenção de desonerar a folha de pagamento e usar os recursos para investir em obras de infraestrutura na cidade.

Calegário ao lado da prefeita Socorro Neri/Foto: Cedida

“Chegou a hora de tratarmos os recursos públicos com o respeito e o cuidado que o povo espera e merece. Afinal de contas é o meu e o seu dinheiro que pagam todas essas contas”, diz o novo deputado.

Calegário, que também é empresário, se colocou à disposição da prefeita para colaborar naquilo que for necessário, inclusive, caso haja interesse ou necessidade por parte da prefeita, ele se propôs a assumir qualquer cargo público sem ônus na folha de pagamento.

“Graças a Deus, não dependo financeiramente da política para viver e farei tudo que estiver ao meu alcance para ajudar à nossa prefeita a superar esse momento de crise que estamos passando. E, se preciso for, que corte na minha carne e não na de quem mais precisa”, afirma.

Questionado sobre as demissões dos cargos comissionados inclusive os do Partido Verde, do qual ele foi eleito, Calegário disse que todos já deveriam estar preparados. Por outro lado, disse o parlamentar, as mudanças no cenário atual são frutos de um pedido de ajuda da população, diz ele, que não suporta mais ver tanta corrupção e indecência dos atuais governos.

“já passou da hora da administração pública pensar e não ser mais vista apenas como um grande cabide de emprego. O que deve existir de verdade é o compromisso com o que é bom e correto para o povo, independente do partido, lado ou pessoa. Ou seja, o povo em primeiro lugar. O Brasil é o único lugar do mundo que eu vejo que política é tratada como uma profissão. Essa mentalidade tem que mudar. A última eleição já deu sinais claros disso. A mudança desse pensamento retrógrado finalmente começou e é agora, olhando para o futuro”, finalizou Calegário.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também