Em protesto, moradores de Cobija interditam fronteira do Acre com a Bolívia


"Queremos apenas chamar a atenção das autoridades sobre as péssimas condições das ruas”, diz manifestante boliviano

SALOMÃO MATOS, DO CONTILNET

Denominado de Comitê Cívico do Povo, um grupo de moradores bolivianos bloqueou, na manhã desta terça-feira (27), as entradas e saídas do país vizinho, no município de Brasileia. Segundo eles, a ação se deu em protesto pelas péssimas condições das vias públicas em Cobija.

Manifestantes fecharam acesso à Bolívia/Foto: ContilNet

Muitos acreanos, que encontram-se do lado da Bolívia e que foram fazer compras ou pegar os filhos nas escolas e até mesmo seguirem para os aeroportos, estão impedidos de cruzar a fronteira e os manifestantes alegam que o protesto é apenas de advertência.

Os brasileiros que não querem esperar pelo fim do protesto, estão seguindo à pé pela Ponte da Integração ou fazendo translado das bagagens pelo acesso da Tranca na Alfândega do lado brasileiro.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Ninguém entra e ninguém sai. Queremos apenas chamar a atenção das autoridades para que numa reunião, se possível, eles possam dar algum encaminhamento ou solução para o problema dos buracos e esgotos nas ruas do nosso departamento”, declarou Miguel Antelo, um dos manifestantes.

A previsão do desbloqueio pelos manifestantes das entradas e saídas na fronteira do Acre com a Bolívia é somente a partir das 18h.

comentários

Outras Notícias

Veja Também