FETAC em Cena abre temporada de apresentações em Rio Branco nesta segunda-feira


Espetáculo OperATA, vencedora de vários prêmios no país, se apresenta nos dias 9, 10 e 11 para encerrar programação

ASCOM FETAC

Com o objetivo de fortalecer a produção teatral local e comemorar 40 anos de existência da Federação de Teatro do Acre – Fetac, estreia na segunda-feira (5) na capital acreana a 8ª edição do ‘Fetac em Cena’. Na ocasião, acontece a reabertura do Teatro Barracão (construído pela Fetac como símbolo da resistência), que retoma as atividades para levar alegria e emoção através da arte. As apresentações seguem até 11 de novembro.

O ‘Fetac em cena’ deste ano discute identidades, promovendo formações em diversas áreas do teatro, debatendo políticas públicas, em praças, escolas, ruas e teatros da cidade.

Ao todo serão 8 espetáculos, 1 performance e 17 apresentações, que entram em cena nos períodos da tarde e noite, todas divididas nos palcos do Teatro de Arena do Sesc, Teatro Barracão, Escola Frei Heitor Maria Turruni e Usina de Arte. Nos dois primeiros dias serão realizados seminários com variados temas voltados aos movimentos sociais.

Nesta edição as produções do Acre e Distrito Federal vão compor a cartela de espetáculos, e uma das atrações mais esperadas é a OperATA, da Agrupação Teatral Amacaca Brasília – DF. A OperATA, vencedora de vários prêmios no país, se apresenta nos dias 9, 10 e 11 na Usina de Arte João Donato, para o fechamento programação.

A presidente da FETAC, Maiara Pinho, falou sobre o potencial do projeto e da importância de mantê-lo vivo. “O FETAC em cena tem o potencial de reunir seus grupos filiados e convidados para discussões pertinentes sobre política, fazer teatro e teatro de grupo, convidando a comunidade em geral para participar destas discussões, fortalecendo a luta da nossa federação. Fazemos questão de manter um diálogo com as demandas da ocasião, resgatando sempre sua história e memória”, disse.

O projeto é financiado com recursos do Governo do Acre por meio do Fundo Estadual de Cultura, Fundação Elias Mansour (FEM), Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Fundação Garibaldi Brasil (FGB) e com apoio do Sesc.

Os ingressos para apresentações no Teatro Barracão e na Escola Frei Heitor Marina Turruni serão inteiramente grátis. Nos demais espaços teremos ingressos a preço simbólico, custando R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

Sobre a OperATA

Dirigida pelo célebre encenador uruguaio radicado em Brasília – Hugo Rodas, o espetáculo circula com seu repertório unido em um só espetáculo. No 1 º ato apresenta-se Punaré & Baraúna” de 2015, vencedora de 3 prêmios no Prêmio Sesc do Teatro Candango: Melhor Direção, Trilha Sonora e Iluminação. E no 2º ato é apresentado “Ensaio Geral”, obra estreada em 2012, vencedora do Prêmio Myriam Muniz e Melhor Trilha Sonora do Prêmio Sesc do Teatro Candango do mesmo ano – espetáculo apresentado mais de 70 vezes em 9 estados brasileiros.

A OperATA oferece ao espectador um painel da obra recente de Hugo Rodas e sua trupe – uma pretensa orquestra de atores que conta histórias. Punaré & Baraúna (1º ato) é um musical autoral sertanejo sobre triângulo amoroso inspirado no romance de Luiz Bernardo Pericás – Cansaço: a longa estação. O cenário é pano de fundo para retratar este sertão qualquer e Amacaca canta a história destes personagens em 11 músicas originais. Em Ensaio Geral (2º ato), o amor é celebrado em uma colagem de textos em um suposto ensaio na casa de alguém regado a vinho, com estética inspirada na juventude e em grafites urbanos.

comentários

Outras Notícias

Veja Também