Marinha Argentina confirma que submarino sofreu implosão


Segundo a instituição, o casco do submarino foi encontrado totalmente deformado, desarticulado, devido a uma explosão

TERRA

O submarino argentino ARA San Juan, desaparecido há um ano com 44 tripulantes, implodiu, informou a Marinha da Argentina neste sábado (17), poucas horas depois da embarcação ser localizada. O casco do submarino está “totalmente deformado, desarticulado, devido a uma explosão”, declarou o capitão Gabriel Eduardo Attis, comandante da base naval de Mar del Plata.

Durante coletiva de imprensa, Attis explicou que a hélice está parcialmente submersa e há sucatas dentro de um raio de 70 metros. Além disso, o ARA San Juan ficou alojado em uma depressão de 907 metros após perder a comunicação, no ano passado, o que fez que ele não fosse encontrado pelos radares.

O chefe da Marinha argentina, Gabriel Attis, concedeu entrevista à imprensa sobre o reaparecimento do submarino ARA San Juan/Foto: Marina Devo / Reuters

O ministro da Defesa argentino, Oscar Aguad, por sua vez, afirmou que a Marinha de seu país não tem equipamento para descer a essa profundidade, nem tem tecnologia para extrair um submarino dessas características.

Aguad acrescentou que uma possível retirada do equipamento também depende de autorizações judiciais, principalmente porque a retiradas dos “escombros” irá violar qualquer possibilidade de perícia para determinar as causas do acidente.

comentários

Outras Notícias

Veja Também