Ministro da Saúde diz que governo publicará nesta terça edital com vagas para o Mais Médicos


Gilberto Occhi disse que devem ser ofertadas cerca de 8,5 mil vagas para profissionais formados no Brasil

G1

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, disse nesta segunda-feira (19) que o governo vai publicar na terça (20), no “Diário Oficial da União”, edital com cerca de 8,5 mil vagas para o Mais Médicos.

As vagas serão abertas, segundo o ministro, para médicos brasileiros e estrangeiros formados no Brasil.

Ao lado de Temer, Gilberto Occhi assinou a ordem para a publicação do edital do Mais Médicos — Foto: Cesar Itiberê/PR

Ainda de acordo com Occhi, o presidente Michel Temer determinou que o país tenha o menor impacto possível com a saída de médicos cubanos do programa.

Segundo Gilberto Occhi:

  • Serão 8.517 vagas;
  • No primeiro edital, todas as vagas serão ofertadas aos médicos (brasileiros e estrangeiros) com registro no CRM do Brasil;
  • As inscrições estarão abertas a partir das 8h de 21 de novembro até as 23h59 de 25 de novembro;
  • No ato de inscrição, o profissional escolherá o município disponível para a atuação;
  • Os médicos devem inicar as atividades nos municípios a partir de 3 de dezembro;
  • A apresentação dos médicos nos municípios será dia 7 de dezembro.;
  • No segundo edital, que será lançado em 27/11, serão abertas vagas para brasileiros formados no exterior e estrangeiros;
  • Sobre o Revalida, Occhi informou que ainda discutirá o tema com o Ministério da Educação.

Saída de Cuba

Na semana passada, o governo cubano anunciou que deixaria o Mais Médicos e citou “referências diretas, depreciativas e ameaçadoras” feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro em relação à presença dos médicos cubanos no Brasil.

Occhi disse que, no edital, constará a lista dos municípios onde serão abertas as vagas. Ele discursou em um evento em Brasília, com prefeitos e vereadores, chamado de “Encontro dos Municípios”, do qual participou também o presidente Temer.

“Amanhã esse edital estará publicado no ‘Diário Oficial da União’, inclusive com a vaga de todos os municípios brasileiros, sejam vagas urbanas ou rurais ou distritos indígenas. Queremos algo em torno de 8,5 mil vagas, que serão disponibilizadas para médicos brasileiros e estrangeiros formados no Brasil, com CRM, conforme prevê a lei”, afirmou o ministro.

comentários

Outras Notícias

Veja Também