Minoru se diz indignado e critica Jorge e Petecão por aumento de salário no STF


"Enquanto na mesa de uns existe fartura, na mesa de outros existe miséria”, escreveu o ex-reitor

SALOMÃO MATOS, DA CONTILNET

O candidato ao senado derrotado nas urnas, Minoru Kimpara (REDE), lançou duras críticas ao senadores acreanos Jorge Viana (PT) e Sergio Petecão (PSB), por votarem favorável ao reajuste de salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Minoru também lamentou a postura dos parlamentares, alfinetando ainda o eleitor que não reconheceu o seu valor nas eleições.

Minoru Kimpara/Foto: Reprodução

“Respeito e sempre respeitarei os resultados das urnas. No entanto, como cidadão, não posso deixar de ficar indignado quando vejo atitudes como essas que não honram e nem dignificam a confiança da maioria dos eleitores do Acre e do Brasil. Quem menos precisa de aumento salarial é quem, infelizmente, acaba recebendo. Esse é um dos motivos que torna o Brasil um dos campões mundiais de desigualdade social. Enquanto na mesa de uns existe fartura, na mesa de outros existe miséria”, escreveu o ex-reitor da Universidade Federal do Acre (UFAC).

Publicação de Minoru Kimpara/Foto: Reprodução

O Senado aprovou na última quarta-feira (7) o projeto de lei que concede aumento aos ministros e ao procurador-geral da República.

O reajuste altera o subsídio dos 11 integrantes do STF e da atual chefe do Ministério Público Federal, Raquel Dodge, de R$ 33,7 mil para R$ 39 mil, provocando um efeito cascata sobre os funcionários do Judiciário, abrindo caminho também para um possível aumento dos vencimentos dos parlamentares e do presidente da República.

comentários

Outras Notícias

Veja Também