Pagamento de dezembro e 13° dos servidores públicos do Acre é incerto, afirma assessoria


O Estado depende da arrecadação do ICMS e de recursos do Governo Federal para efetuar o pagamento

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O Governo do Estado do Acre, comandado pelo governador Tião Viana (PT), pode não conseguir manter a fama dos pagamentos em dia do funcionalismo público estadual. Segundo especulações, existe a possibilidade do governo atrasar ou até mesmo parcelar o salário de dezembro e o 13º dos funcionários.

Segundo informações oficiais do governo, o Estado depende da arrecadação de impostos (ICMS) e de recursos oriundos do Governo Federal para efetuar o pagamento, o que ainda não foi concretizado.

Em contato com a assessoria de comunicação do Estado, fomos informados que o cronograma segue a previsão estabelecida pelo calendário oficial. “O pagamento do 13° dos servidores públicos segue previsão do calendário oficial do Estado, publicado no início do ano no site oficial“, ressaltou.

A assessoria frisou ainda que o atual governo “está fazendo um grande esforço para efetuar o pagamento”, explicou.

Porém, para não atrasar os salários dos servidores, Tião Viana depende de repasses de recursos federais oriundos do Fundo de Participação dos Estados (FPE), previstos para serem transferidos ainda neste mês, contudo, sem data definida.

comentários

Outras Notícias

Veja Também