PIB de 2002 a 2016 subiu no Acre, diz IBGE; estados do Sudeste concentram grande fatia


Essas e outras informações foram divulgadas nesta sexta-feira (16), nas Contas Regionais de 2016

TON LINDOSO, DO CONTILNET

O Acre teve aumento do Produto Interno Bruto (PIB) entre os anos de 2002 e 2016. A informação é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Nesse período, os maiores crescimentos acumulados de são de Tocantins (103,4%, 5,2% ao ano em média), Mato Grosso (89,1%, 4,7% a.a.), Roraima (79,5%, 4,3% a.a.), Acre (76,8%, 4,2% a.a.) e Piauí (72,7%, 4,0% a.a.).

Ante 2015, o PIB recuou em 25 das 27 Unidades da Federação. Apenas Roraima, com crescimento de 0,2% ante 2015, teve desempenho positivo naquele ano, quando o PIB nacional recuou 3,3%.

Foto: Reprodução

Essas e outras informações foram divulgadas nesta sexta-feira (16), nas Contas Regionais de 2016. De acordo com o IBGE, apenas cinco Estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná) concentraram 64,4% do PIB do País em 2016.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também