Prefeitura de Rio Branco intensifica ação de combate ao trabalho infantil


A ação que acontece regularmente durante todo o ano é acompanhada por representantes do Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil e membros do Ministério do Trabalho

ASCOM PMRB

Com o objetivo de preservar os direitos das crianças e adolescentes e coibir casos de exploração do trabalho infantil, neste feriado de Finados, a Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (SEMCAS) intensifica o trabalho e abordagem social nos cemitérios de Rio Branco. Desde a última quarta-feira, cerca de 20 pessoas, entre educadores sociais, assistentes sociais e psicólogos atuam na orientação quanto ao risco e consequências de expor a criança ao trabalho precoce.

Objetivo é preservar os direitos das crianças e adolescentes/Foto: Assis Lima

A ação que acontece regularmente durante todo o ano é acompanhada por representantes do Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil e membros do Ministério do Trabalho. Enquanto as equipes da SEMSA e do Fórum Estadual fazem o trabalho educativo, os representantes estarão prontos para, em caso de necessidade, aplicar e lei e dar encaminhamento necessário à garantia da proteção dos direitos da criança e do adolescente.

A ação que acontece regularmente durante todo o ano é acompanhada por representantes do Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil e membros do Ministério do Trabalho/Foto: Assis Lima

“Fazemos isso, todos os dias, entretanto, embora, diariamente estejamos sempre alertando quando quanto ao risco do trabalho infantil, mas em datas onde há probabilidade e aglomeração e pessoas, eventos, é sempre maior a probabilidade de exploração da mão e obra infantil. Por isso em grandes eventos intensificamos nossas ações”, explica a diretora do Departamento de Proteção Social da SEMCAS, Sílvia Aletícia.

Além das ações programadas para o feriado de Finados, o trabalho de abordagem social estão presentes em grandes eventos como carnaval e Expoacre.

comentários

Outras Notícias

Veja Também