Rio Juruá ganha título de Sítio Ramsar; conheça a importância desse reconhecimento


Título reconhece a importância ecológica do local, sinalizando que as medidas de proteção existentes por ali devem ser reforçadas e ampliadas

TON LINDOSO, DO CONTILNET

A bacia hidrográfica do Rio Juruá, localizada entre os estados do Acre e do Amazonas, é a mais nova região brasileira a ganhar o título de “Sítio Ramsar”. De acordo com informações divulgadas pela WWF, este título “reconhece a importância ecológica daquele local, sinalizando que as medidas de proteção existentes por ali devem ser reforçadas e ampliadas”.

“Ao mesmo tempo, este reconhecimento também faz com que a região fique mais acessível e ganhe prioridade no acesso à cooperação técnica internacional e a apoio financeiro para o desenvolvimento de projetos de conservação da natureza. O local reconhecido como Sítio Ramsar compreende uma área de 2,1 milhões de hectares e é composto por três Unidades de Conservação: a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Uacari e as Reservas Extrativistas (Resex) Baixo Rio Juruá e Alto Rio Juruá. Ali também está situada a Terra Indígena Dení”, comemorou o Jornal A Crítica.

Foto: Arquivo

A governança do Sítio Ramsar será feita com apoio do Fórum Médio Juruá, um grupo formado por diversas instituições que atuam na região – reforçando, assim, uma gestão democrática e participativa deste Sítio.

O reconhecimento da área aconteceu durante a 13ª Reunião das Partes da Convenção de Ramsar (COP 13), ocorrida recentemente em Dubai, nos Emirados Árabes.

comentários

Outras Notícias

Veja Também