Tião Viana não poupa aliados políticos e manda demitir ex-prefeito do Jordão


Ex-prefeito recebia CEC 3 sem trabalhar no Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (DERACRE)

SALOMÃO MATOS, DO CONTILNET

Até mesmo os aliados políticos do governador do Acre, Tião Viana (PT), não tem sido poupados da “degola” de demissões que o chefe do executivo vem sendo obrigado a fazer para livrar o peso financeiro da máquina estatal que consome, somente com a folha de pagamento, mais de R$ 257 milhões todo mês.

Entre as demissões dos cargos comissionados por indicação política, consta, na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (05), o nome do ex-prefeito do município de Jordão, Hilário de Holanda Melo (PT), o qual recebia, desde 2015, cerca de R$ 3 mil reais provenientes de um CEC 3 no Departamento de Estrada e Rodagem (DERACRE).

O agora ex-prefeito de Jordão, Hilário Melo (PT) e o governador Tião Viana (PT)/Foto: Reprodução

Nos sites de notícias do interior, como o Portal Tarauacá, por exemplo, noticiaram que a demissão de Hilário Melo foi uma surpresa, tendo em vista, diz o noticiário, que ele reside no município de Jordão e jamais compareceu ao DERACRE para prestar qualquer tipo de serviço.

comentários

Outras Notícias

Veja Também