Tráfico de drogas, organizações criminosas e homicídios são temos de fórum do MP


Para participar do evento, o interessado deve efetuar inscrição no endereço: www.eventos.mpac.mp.br

JAIDESON PERES, ASCOM MPAC

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) reúne no auditório da Faculdade da Amazônia Ocidental (Faao), nos dias 19 e 20, operadores da segurança pública, do direito e vários segmentos da sociedade para discutir soluções para uma área que é considerada extremamente sensível nos dias atuais — a segurança pública.

O “Fórum de Segurança Pública: um direito fundamental do cidadão” é uma contribuição do MP acreano, alinhado à estratégia nacional proposta pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), visando tecer um conjunto de proposições e ações integradas, envolvendo os três poderes, para o enfrentamento à criminalidade no estado.

As discussões vão girar em torno de quatro grandes eixos temáticos: sistema penitenciário, tráfico de drogas, organizações criminosas e homicídios, com a presença de convidados renomados como o coordenador de Informação e Inteligência Penitenciária do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Sandro Abel Barradas, e o procurador-geral de Justiça de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, coordenador do Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC) do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público (CNPG).

Para participar do evento, o interessado deve efetuar inscrição no endereço: www.eventos.mpac.mp.br. A inscrição é gratuita e as vagas limitadas. O fórum também faz parte da programação dos 55 anos de instalação do MPAC.

Além disso, qualquer cidadão pode contribuir com as discussões enviando suas propostas e opinião sobre o que considera prioritário na área de segurança pública. O MPAC está disponibilizando uma consulta no endereço mpac.mp.br/consulta-seguranca-publica, que também pode ser acessada via página principal do portal do MPAC.

comentários

Outras Notícias

Veja Também