Você já ouviu falar em The Witcher? Conheça um pouco mais sobre essa franquia de sucesso


Sucesso nos games e obra-prima da literatura polonesa, The Witcher ganhará uma série da Netflix em 2019

RODRIGO CANIZO, DO CONTILNET

O bruxo de Kaer Morhen, Geralt de Rívia/Foto: CD Projekt Red/Divulgação

Quem é apaixonado por games e principalmente RPGs de ação já deve ter ouvido falar em The Witcher, uma das franquias de games de maior sucesso mundial, produzido pela empresa CD Projekt Red, e considerada uma obra-prima da literatura polonesa.

The Witcher, inicialmente, faz parte de uma série de livros intitulada “Wiedźmin”, do escritor polonês Andrzej Sapkowski. A história se passa em um mundo de fantasia medieval e conta a história do personagem Geralt de Rívia, um dos últimos bruxos sobreviventes na Terra. Geralt é um caçador de monstros, o qual possui capacidades físicas sobrenaturais e habilidades especiais de manipulação de elementos.

Games

Nos jogos eletrônicos, o primeiro capítulo da saga do bruxo foi lançado em 2007, para PC e Mac, denominado “The Witcher”. Dois anos após o lançamento do primeiro game, em 2009 a continuação foi lançada, intitulada “The Witcher 2: Assassins of Kings”, disponível para PC, Mac, Linux e Xbox 360. O terceiro e último capítulo, “The Witcher 3: Wild Hunt”, foi lançado recentemente para as plataformas de consoles da última geração, em 2015, disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Em The Witcher 3: Wild Hunt, o bruxo Geralt vaga por um mundo repleto de criaturas grotescas e sobrenaturais/Foto: CD Projekt Red/Divulgação

O ponto-chave da franquia nos games está focado no sistema de decisão-consequência com atraso, ou seja, uma decisão que o jogador optar em determinado momento do jogo poderá refletir em consequências ou atos posteriores no game.

Isso faz com que The Witcher não seja “apenas um jogo”, mergulhando o jogador em pensamentos e decisões cruciais para seu sucesso ou fracasso nas missões, desenvolvendo um raciocínio crítico e um pensamento lógico e ordenado antes de qualquer atitude.

Literatura

Edições polonesas da série The Witcher (Wiedźmin, em polonês), escritas por Andrzej Sapkowski/Foto: Reprodução

Os livros contendo as aventuras do bruxo Geralt foram publicados durante a década de 90. Neles, podemos acompanhar Geralt de Rívia, bruxo treinado nas muralhas do Castelo de Kaer Morhen (conhecido como a Escola do Lobo) desde sua infância para caçar monstros e criaturas sobrenaturais em um mundo fantasioso de decadência.

O escritor Andrzej Sapkowski conseguiu criar um mundo mitológico rico em detalhes, bebendo da fonte de lendas eslavas e anglo-saxãs.

O escritor Andrzej Sapkowski, criador da série de livros The Witcher (Wiedźmin, em polonês)/Foto: Reprodução

Ao todo, The Witcher conta com uma série de sete livros publicados, os quais envolvem caçadas intensas à criaturas da noite, golpes palacianos conspiracionistas e as questões filosóficas do que é ser um homem e o que exatamente define algo do mal.

The Witcher transmite ao leitor a sensação que a nem tudo é o que parece, num mundo decadente dominado por assassinos e mentirosos e criaturas crepusculares, sanguinárias e fabulescas.

Edições brasileiras da série The Witcher, escritas por Andrzej Sapkowski/Foto: Reprodução

Contribuição

The Witcher tem sua importância para a cultura, tanto nos games quanto na literatura. A história do bruxo de cabelos brancos matador de monstros se tornou um enorme sucesso graças às traduções para o inglês e o simultâneo lançamento do primeiro game em 2007.

The Witcher é narrada em um mundo de princípios morais destruídos e degradados, com personagens que carregam esperanças de um mundo melhor (parece com a nossa realidade, não acham?).

The Witcher é narrada em um mundo decadente e com princípios morais semelhantes ao mundo moderno/Foto: CD Projekt Red/Divulgação

Uma história rica em detalhes, com enredos fantasiosos que nos fazem querer descobrir cada canto e mitologia por onde Geralt passa, seja nos games ou nos livros, The Witcher transporta o leitor/jogador para um mundo de fábulas e mistérios.

Novidades

Nesse ano de 2018, a Netflix anunciou que fará uma adaptação da tão aclamada franquia The Witcher para seu serviço de streaming.

Até o momento, sabe-se que alguns atores já foram escolhidos para interpretar os principais personagens, dentre eles, o ator Henry Cavill, famoso em Hollywood por interpretar desde 2013 o Superman/Clark Kent nos cinemas.

O ator Henry Cavill caracterizado como Geralt de Rívia na série The Witcher para a Netflix/ Foto: Netflix/Divulgação

As atrizes Freya Allan (A Guerra dos Mundos) e Anya Chalotra (Wanderlust), se juntam a Henry Cavill como as personagens Ciri e Yennefer, respectivamente.

Freya Allan (à esquerda) interpretará Ciri (no meio à esquerda) e Anya Chalotra (no meio à direita) dará vida à Yennefer (à direita) na série da Netflix/Foto: Reprodução

A série The Witcher está prevista para estrear em 2019 na Netflix, sem data definida ainda.

 

 

comentários

Outras Notícias

Veja Também