Quem é Ribamar Trindade, o homem que vem conduzindo as articulações políticas para o futuro governo


De perfil técnico e reservado, Trindade tem trabalhado no sentido de conter conflitos políticos entre os partidos da aliança que elegeu Gladson Cameli

ASTÉRIO MOREIRA, DE CONTILLNET

As perspectivas em torno do novo governo que será instalado no Acre a partir do dia 1º de janeiro de 2019, após praticamente duas décadas de comando do Partido dos Trabalhadores (PT), a gestão de Gladson Cameli (Progressistas) começa a delinear as figuras que irão dirigir os rumos da sociedade acreana até 2022, cumprindo uma das principais promessas de campanha do governador eleito: nomear para os cargos públicos pessoas escolhidas sob critério técnico, competência e compromisso com o Estado.

ContilNet inicia hoje uma série de reportagens sobre o perfil e as expectativas de várias personalidades, entre elas, da atual e futura composição da Assembleia Legislativa do Estado (Aleac) sobre os nomes anunciados por Cameli, destacando-se, inicialmente, o novo chefe da Casa Civil e coordenador da Equipe de Transição de Gladson Cameli, o advogado Ribamar Trindade. Sob a ótica dos entrevistados, o advogado tem aberto um diálogo sincero e amistoso a respeito da atual situação do Estado e dos planos a serem consolidados pela nova administração estadual.

De perfil técnico e reservado, futuro chefe da Casa Civil agrada lideranças políticas que irão fazer parte da base de apoio do futuro governo/Foto: Reprodução

De perfil técnico e reservado, Ribamar Trindade, tem trabalhado no sentido de conter conflitos políticos entre os partidos da aliança que elegeram Gladson Cameli e tem chamado atenção pelo comportamento ético e coerente frente às discussões debatidas durante a transição do atual governo de Tião Viana com o de Gladson Cameli. Nessa mesma linha, tem atuado diretamente em reuniões diárias com deputados, prefeitos e secretários indicados, além de várias outras atribuições que cabem ao futuro chefe da Casa Civil, visando assim o fortalecimento da gestão de Gladson.

Com especialização em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas e em Direito Tributário pela Universidade Cândido Mendes, Trindade é atualmente assessor técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ele já presidiu várias comissões de licitações, atuou como gerente administrativo do Serviço de Abastecimento e Água de Rio Branco (Saerb) e também no setor empresarial e bancário.

ContilNet conversou com algumas lideranças políticas que fazem parte do grupo que irá comandar o Governo do Estado, nos próximos quatro anos, sobre Ribamar Trindade.

Márcio Bittar (Senador eleito pelo MDB) – Na opinião do senador eleito Márcio Bittar (MDB) a escolha do advogado José Ribamar Trindade para coordenar a Casa Civil foi perfeita. “Não poderia ser melhor”, diz. Para ele, Trindade não tem a menor necessidade nem a vaidade de assumir uma função dessas porque é um empreendedor de sucesso. “Na verdade, ele está colaborando, ajudando, prestando um importante serviço ao Estado. O governador eleito Gladson Cameli acertou ao convidá-lo”.

Gehlen Diniz (Deputado Estadual do PP) – “Conheci o Ribamar na campanha eleitoral passada. Hoje, estamos mais próximos e vejo que ele é muito qualificado”, avalia. Para ele, Ribamar reúne capacidade técnica e sensibilidade política, o que é fundamental para lidar com as mais diferentes correntes de apoio que o governador eleito Gladson Cameli teve. “Certamente foi a escolha foi acertada”, finaliza.

Eliane Sinhasique (Deputada Estadual do MDB) – A parlamentar, que deverá ocupar a Secretaria de Pequenos Negócios e Turismo, ressalta o perfil técnico e empreendedor de Trindade. “A reforma administrativa que ele conduz é muito complexa e vai dar ao Estado as condições necessárias para que a máquina pública seja conduzida com a eficiência do setor privado”, destaca. Ressalta ainda que o tempo de transição é muito curto, mas que ele está fazendo muito bem.

Nenen Almeida (Deputado eleito pelo SD) – Segundo ele, conheceu Ribamar Trindade durante o processo eleitoral. Ficou impressionado com sua humildade e a forma correta de tratar os que lhe procuravam. Creio que o governador Gladson deve mantê-lo na equipe até o último dia de seu governo. Ressaltou ainda que Ribamar é advogado e empreendedor de sucesso, mas com grande compreensão da política.

Chagas Romão (Deputado Estadual do PMDB) – De acordo com o experiente deputado do MDB, Chagas Romão, José Ribamar Trindade é uma pessoa muito preparada para a função que vai exigir muito dele. “Para mim, foi uma excelente escolha do Gladson para conduzir todo esse processo, principalmente a composição do governo e a reforma administrativa”, explica.

Alan Rick (Deputado Federal do DEM) – “O Ribamar é o mais preparado e qualificado para estar na Casa Civil, que vai representar o perfil do governo que Gladson Cameli deseja dar”, avalia Alan. Para ele, Ribamar é o porta-voz do governo para lidar com servidores, com os poderes, as instituições, com parlamentares e sindicatos. “Ele atende muito bem às expectativas, não só técnicas, mas, também, políticas”.

Correinha (Presidente do PSDB) – “Sou suspeito porque tenho uma boa relação com ele, acima da política. Ele passa muita confiança, é técnico, mas tem capacidade de ouvir políticos, dialoga muito bem. Compromisso e responsabilidade são suas marcas registradas. É muito disciplinado. O processo é desgastante, mas tem capacidade de superar os problemas. Se há queixas são normais. Com o PSDB, está tudo bem”, revela.

comentários

Outras Notícias

Veja Também