Rio Branco, Acre,





Vereador Keleu e advogado Marcos Lima Verde são detidos em operação da PF em Cruzeiro do Sul


Ambos são suspeitos de compra de votos, possivelmente em favor do deputado Josa da Farmácia

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O vereador João Keleu (PDT) e o advogado e ex-vereador Marcos Lima Verde foram presos hoje, cedo da manhã, pela equipe da Polícia Federal, que deflagrou nesta quinta-feira (20) a ‘Operação Sufrágio’, acusados de participar do esquema de compra de votos, transporte irregular de eleitores e outras infrações relacionadas às eleições de outubro deste ano, possivelmente em favor do deputado estadual Josa da Farmácia (Podemos).

Advogado Marcos Lima (à esquerda) e vereador Keleu/Foto: Reprodução

Por telefone, o presidente da Câmara Municipal, vereador Romário Tavares (MDB), confirmou a informação da busca no gabinete de João Keleu, mas disse não saber o motivo das buscas e nem os candidatos envolvidos no esquema de corrupção.

As investigações que foram iniciadas a partir do pleito eleitoral, apontaram indícios de que ao menos três candidatos de Cruzeiro do Sul tenham sido beneficiados pela compra de votos, sendo que dois deles foram candidatos a deputado estadual e outro a federal.

Foram cumpridos, na operação, três mandados de prisões temporárias e oito mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados e na Câmara Municipal de Cruzeiro do Sul.

Um dos candidatos a deputado estadual teria ofertado lotes, produtos de supermercados, combustível, serviços de saúde e até expedição de carteiras de habilitação para os eleitores do Vale do Juruá.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também