Ex-porta voz diz que não houve boicote de Tião em equipamentos do governo


"Qual o interesse político estaria por trás disso? É uma acusação muito forte", disse Rosas

SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

Após as declarações do governador Gladson Cameli (PP) de que o furto de equipamentos da Secretaria de Tecnologia de Informação está relacionando à politicagem, o ex porta-voz de Tião Viana (PT), Leonildo Rosas, rechaçou a possibilidade de um boicote do antigo governo e garantiu que a ex-secretária do órgão deixou tudo funcionando.

“Qual o interesse político estaria por trás disso? É uma acusação muito forte e que merece ser levada em consideração”, publicou Rosas em sua página no Facebook.

Tiao Viana e Leonildo Rosas

Leonildo disse que falou com Renata Souza, antiga responsável pela secretaria e ela afirma que nada foi levado. “Entrei em contato coma ex-secretária Renata Sousa, que respondeu: – Saímos que de lá dia 31 de dezembro com todos os equipamentos lá dentro, funcionando, todos os sistemas”. Destacou Leonildo que finalizou a postagem dizendo: “Eu acredito nela”.

Fato é que Gladson disse à imprensa que o caso está sendo investigado pelas Policias Civil e Federal. “Os culpados vão responder por isso porque não prejudicaram o governador, mas a sociedade”, disse.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também