Rio Branco, Acre,


Governo apresenta Plano Estadual de Contingência para enchentes no Acre

O documento foi lançado nesta quarta-feira e estabelece ações para atuação nos desastres causados pelas cheias dos rios

O governo do Estado do Acre, lançou na manhã desta quarta-feira (30), na sala de reuniões da Casa Civil, o Plano Estadual de Contingência de Inundações, elaborado pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil.

O documento tem o objetivo de mobilizar o Sistema Estadual de proteção e Defesa Civil, por meio dos órgãos que compõem o sistema, para ações de respostas imediatas, aos desastres causados pelas inundações.

Plano de Contingência/Foto: Odair Leal

Segundo o vice-governador, Wherles Rocha, o plano estabelece os procedimentos que devem ser adotados por todos os órgãos do estado envolvidos, quanto a atuação direta ou indireta a fim de reduzir os danos e prejuízos causados pelas enchentes.

“É do conhecimento de todos que quase todos os anos o estado enfrenta esse fenômeno, que é o problema da cheia nos nossos rios. O que o estado tem que fazer é se preparar para minimizar os danos causados por esses fenômenos”, destacou.

Rio Acre/Foto: Assis Lima

Questionado sobre as ações do Governo para a retirada de populares das margens de rios e igarapés, Rocha destacou que outras soluções definitivas podem ser buscadas junto ao Governo Federal, para o problema das cheias.

“O fato é que podemos buscar outras soluções. Lógico, com um aposte do governo federal, buscar realizar um projeto para acabar de vez com esse drama que todo ano o Acre vive. Tem solução para isso, agora isso é uma obra que é muito cara. O governo sozinho não dar conta, ele tem que contar com o apoio se não de financiamento, mas do Governo Federal. Porque todo ano nós temos uma despesa, um esforço do estado para fazer frente a essa alagação. Precisamos pensar uma solução definitiva para a situação”, explicou.

O Plano tem abrangência em todo o estado, tanto nas áreas urbanas quanto rural, realizando ações de monitoramento dos níveis dos rios, diariamente, emitindo alertas aos órgãos do sistema estadual informando a iminência de transbordamento e acionando as instituições envolvidas para atuarem na resposta aos desastres.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up