Rio Branco, Acre,





Foto capa

Pimenta no Reino

Prefeito Ilderlei Cordeiro paga site que faz defesa do PT e oposição a Gladson Cameli


Reclamação partiu de um vereador da base de apoio na Câmara de Cruzeiro do Sul

Foto capa ARCHIBALDO ANTUNES, DA CONTILNET

Publicidade

O prefeito cruzeirense Ilderlei Cordeiro (Progressistas) virou patrono do site Juruá em Tempo, que outrora lhe fazia virulentas críticas e agora divulga todas as ações da prefeitura.

Da água pro vinho

A mudança na linha editorial se restringe, porém, ao novo ‘patrono’. No que se refere à defesa encarniçada dos companheiros do PT, o portal continua o mesmo. E nada mudou também em relação às matérias e artigos ácidos sobre o ex-prefeito Vagner Sales (MDB) e o atual governador Gladson Cameli (Progressistas).

Vazamento

A propósito, o Juruá em Tempo fez diversas denúncias contra Vagner Sales, com base em informações que só podem ter saído da prefeitura. Disso se conclui que mais do que divulgar as ações da atual gestão, o suposto acerto entre o prefeito e o veículo de comunicação tem por finalidade fustigar a imagem do ex-padrinho político.

Morde e assopra

Pois bem, um vereador da base de apoio de Ilderlei Cordeiro na Câmara, com quem falei por telefone na noite de domingo (e pediu para que sua identidade fosse preservada), criticou a parceria. A queixa faz sentido, uma vez que Ilderlei é do mesmo partido que Cameli. “Ele está pagando um site que fala bem dele e bate diariamente no governador”, reclamou o parlamentar.

Pesquisa

Tentei checar, no Portal da Transparência da prefeitura de Cruzeiro do Sul, o registro de eventuais pagamentos ao mencionado portal. Nada encontrei. Mas pude observar a existência de despesas, relativas a 2018, bastante curiosas. Senão, vejamos.

Trem da alegria

A comparação entre a quantidade de servidores públicos municipais efetivos e a de comissionados na gestão do Sr. Cordeiro é de embasbacar qualquer pessoa. Segundo dados do Portal da Transparência, a prefeitura possui 1.387 funcionários do quadro permanente e – pasme o leitor! – 1.483 beneficiados pela caneta de Ilderlei.

Ineditismo

Nem mesmo nos governos de Tião Viana e Marcus Alexandre, ambos de um partido reconhecido por aparelhar o Poder Público, se viu coisa semelhante. O ex-prefeito de Rio Branco mantinha 444 cargos de livre nomeação na máquina municipal, enquanto o seu tutor tratou de criar mais de 2,1 mil vagas para abrigar os companheiros e outros protegidos políticos.

Comparativo de gastos

Sabe-se que o ambientalismo nunca foi uma bandeira política do prefeito cruzeirense. O tema nem sequer faz parte de sua enfadonha oratória. Não obstante isso, o município investiu, só na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, mais de R$ 5,9 milhões no ano passado. Já a Secretaria de Obras e Infraestrutura teve orçamento de R$ 7,3 milhões.

Quinhão

Cabe ressaltar que do total alocado para a pasta de Meio Ambiente, a ONG CBCN (Centro Brasileiro para Conservação da Natureza e Desenvolvimento Sustentável) recebeu mais de R$ 5,6 milhões em 2018. O portal da prefeitura afirma que o contrato com a CBCN visa a extinção do aterro sanitário e a criação de um aparato capaz de gerar energia a partir do lixo. Além disso, a meta seria gerar emprego e renda e executar um programa de educação ambiental.

Muito pra poucos, nada pra muitos

Ocorre que a grana alta que abastece a conta bancária da CBCN tem desfalcado os serviços de manutenção das vias públicas, por exemplo, sobretudo nas comunidades mais distantes do centro de Cruzeiro do Sul.

Abandono

É o caso da Vila Santa Luzia, na zona rural do município, onde as vias públicas, de tão deterioradas, se transformaram em risco de vida para os motociclistas. O estudante Caio Campos e membros de sua família decidiram fazer um mutirão depois de ver as reivindicações dos moradores sendo solenemente ignoradas pelo subprefeito e pelo próprio Ilderlei Cordeiro.

Denúncia

Na sua página pessoal no Facebook, Caio publicou, no dia último dia 4, imagens da operação tapa-buracos realizada pela família. Junto com as fotos, ele postou um desabafo contra a indiferença da prefeitura. “Semana passada DENUNCIEI a buraqueira na entrada da minha amada Vila Santa Luzia na qual resido até hoje, e o único retorno que eu tive foram críticas de pessoas ligadas ao atual subprefeito insinuando que isso não passava de perseguição, quando na verdade não passava de preocupação e alerta”, escreveu ele.

Acidentes

E foi além: “No intervalo da denúncia que eu fiz houve pelo menos duas quedas de motos de moradores aqui da Vila e, inclusive em uma delas uma mãe de família fraturou a clavícula”, assegura Caio.

Cidadania

Inconformados com o ‘descompromisso e má vontade da prefeitura e da subprefeitura’, estudante e seus parentes arregaçaram as mangas e trataram de fazer os reparos que cabem, por princípios legais, ao Executivo Municipal. É pra isso que se pagam impostos, afinal de contas.

Lição

Três dias depois, uma nova postagem mostrou que os serviços continuam na comunidade. No perfil de Caio Campos, postou o amigo Francisco Alves: “Nessa segunda [-feira] os trabalhos de Tapa buracos Comunitário foram retomados e, se Deus quiser resolveremos esse problema tão fácil. Parto da premissa que pra fazer boas ações não precisamos de cargos políticos, apenas de boa vontade e determinação”.

Do arco da velha

De volta aos nomeados pelo prefeito de Cruzeiro do Sul para os cargos em comissão, no dia 2 de janeiro Ilderlei esteve em Rio Branco para uma audiência com o governador Gladson Cameli, empossado na tarde anterior. Para meu assombro, o correligionário veio solicitar do aliado que designasse servidores do estado para desempenhar funções na prefeitura, com ônus para o estado.

Perguntar não ofende

Resta indagar ao Sr. Cordeiro que tanto trabalho é esse a ser feito no município, já que os seus 1.483 protegidos políticos, ao que parece, não dão conta da demanda.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários

Outras Notícias